Em entrevista; Secretário de Esporte Júnior de Georgino Avelino, destaca pontos e projetos relacionados ao Esporte local

setembro 25, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade

Responsável pela pasta da Secretaria municipal de Esporte, Cultura e Lazer de Georgino Avelino, José Júnior Oliveira concedeu entrevista ao Blog Senador Georgino Avelino Minha Cidade neste Domingo (24/09) e destacou diversos pontos relativos ao Esporte local.

Em conversa, José Júnior, que além de Secretário exerce a função de Professor, nos forneceu informações do Campeonato municipal que está acontecendo no município, com jogos todos os domingos, nos estádios "O Batistão" na Sede do município e no estádio "Ozito Benedito" no distrito em Carnaúba.


Segundo Júnior, sua missão é reconquistar o Público para os Estádios, e assim, para que muitos desportistas voltem a acompanhar os Jogos que a cidade cedia, seja ele, um Campeonato ou até mesmo a realização de outras competições voltadas para o Esporte, tendo a atração do público como principal objetivo.

"Estamos com um Campeonato municipal que teve início no dia 02 de Junho, e que vai até o dia 16 de dezembro, onde no final, iremos ter os congratulados..."
Na categoria Titular, as premiações são de; R$ 1.500 para o primeiro colocado, R$ 1.000 para o segundo, e R$ 500 para o terceiro, doados pela Prefeitura municipal.
"Nós elaboramos um regularmento onde só podem dois atletas que não sejam do município e os demais tem que ser do município obrigatoriamente, para que possamos valorizar aquilo que nós temos de melhor no nosso município." Destacou o Secretário.
O Secretário fez ainda um levantamento das praças Esportivas do município, os dois estádios que o município possui, em relação a 2018, o Secretário relatou que tem a continuidade do Campeonato municipal e o Projeto do Interclasse. O apoio ao Futebol Feminino e as Escolinhas do município foram destacados pelo Secretáro durante a Entrevista.

"Temos um projeto para desenvolver o Futebol de Base, com as Copinhas, temos um objetivo de desenvolver uma Copinha agora em Dezembro, já estamos nos organizando com esse objetivo, com colaborações de Frank Dantas e Severinho do América, estamos tentando desenvolver o futebol de base no nosso município, e para isso, vamos fazer a Copinha em Dezembro de 2017 com objetivo de aumentar ela em 2018.

Então, esses são Projetos que estamos pretendendo colocar em prática em nosso município.

O Campo está com dificuldades porque não estamos com o sistema de irrigação atuante, porque desde a Gestão passada desapareceu todo este material de irrigação, então a prefeitura já abriu licitação e já está providenciando todo material para que até o final de outubro já iniciarmos aguando o campo." Concluiu

Equipe do Atlético - 24/09/2017 - Estádio O Batistão/Georgino Avelino
Equipe do Pilatos - 24/09/2017 - Estádio O Batistão/Georgino Avelino
Capitãs dos Clubes; Barcelona e Juventus, ao lado do Secretário Júnior e o Àrbitro da Partida no Estádio Ozito Benedito em Carnaúba.
 Momento da Partida no Estádio Ozito Benedito em Carnaúba.
Gramado do Estádio O Batistão.
Reportagem e Redação: Joás Nascimento.
Image and video hosting by TinyPic

“EU AJUDEI A FAZER 1964”, DIZ BORIS CASOY

setembro 24, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
Resultado de imagem para BORIS CASOY
Em entrevista ao programa Sensacional, da Rede TV, o jornalista Boris Casoy afirmou que trabalhou pela implantação do golpe militar de 1964; "Era um estudante, tinha 23 anos, a gente viu um perigo de o Brasil se transformar num país comunista e eu ajudei no que eu pude quando era estudante a fazer 64. Em 68, comecei a divergir do que a gente chamava de revolução, porque a gente começou a tomar conhecimento de que aquele prometida volta da democracia não acontecia e de fatos como a tortura, por exemplo, que não estava no meu horizonte", disse Casoy

247 - Em entrevista ao programa Sensacional, da Rede TV, o jornalista Boris Casoy afirmou que trabalhou pela implantação do golpe militar de 1964. 
"Era um estudante, tinha 23 anos, a gente viu um perigo de o Brasil se transformar num país comunista e eu ajudei no que eu pude quando era estudante a fazer 64. Em 68, comecei a divergir do que a gente chamava de revolução, porque a gente começou a tomar conhecimento de que aquele prometida volta da democracia não acontecia e de fatos como a tortura, por exemplo, que não estava no meu horizonte", disse Casoy. 
Image and video hosting by TinyPic

Luana Caettano, a dona do "Bumbum Catalão", exibe glúteos de 100cm após terminar noivado com Fran Petersen, a "Mulher Tangerina"

setembro 24, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
A modelo Luana Caettano, conhecida como a dona do "Bumbum Catalão", está na Tailândia exibindo seu bumbum de inacreditáveis 100cm.
Ela afirmou recentemente que a "fila não andou" após o término do seu noivado com Fran Petersen, a "Mulher Tangerina". 

"Não quero me relacionar com ninguém agora. Meu foco agora é trabalhar. Chega de ficar saindo de um relacionamento para o outro. Quero ficar sozinha e curtir minha própria companhia. Às vezes é bom né?", disse a morena que mora em Barcelona, na Espanha. 

Veja também!

Luana Caettano, dona do "Bumbum Catalão", rebola glúteos de 100cm em vídeo
Confira mais fotos de Luana Caettano na Tailândia:



Fotos: Divulgação/PressWoman
da tvfama
Image and video hosting by TinyPic

RN 003, no trecho que liga Santo Antônio à Várzea, RN é novamente reconstruída.

setembro 23, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
A imagem pode conter: nuvem, céu, atividades ao ar livre e natureza
 registrou na tarde da terça-feira,  7 de  fevereiro de 2017 em fotos (veja aqui) o trabalho de homens e maquinas da recuperação da rodovia RN-003  no trecho entre Santo Antonio e Várzea, no Agreste do Rio Grande do Norte. Na ocasião estava sendo recuperada a RN-003, trecho entre  Santo Antônio/Goianinha. A matéria foi publicada no VNT no dia, 8 de fevereiro de 2017.

Os serviços de reestruturação asfáltica da rodovia RN 003 foram concluídos no mês de abril deste ano, mas apesar do pouco tempo de conclusão da obra nos trechos entre Santo Antônio/Várzea e Espírito Santo/Goianinha, o pavimento já apresenta buracos em vários pontos da via, e a mesma já passou por reparos.

Nesta quinta-feira, 22 de setembro, registramos  a rodovia novamente sendo reconstruída no trecho entre as cidades de Santo Antônio e Várzea. A reconstrução é um  atendendo a reivindicação do deputado estadual Dison Lisboa (PSD), a RN 003, no trecho que liga o município de Goianinha a Santo Antônio, será novamente reconstruída. As obras foram iniciadas e estão sendo executadas em pontos que apresentaram buracos e desgaste asfáltico após o curto período de conclusão dos serviços que recapearam a via.
A imagem pode conter: nuvem, céu, atividades ao ar livre e natureza
“Expomos ao Departamento de Estradas e Rodagens a necessidade de refazer o recapeamento da RN 003, que após alguns meses do término dos serviços de recapeamento apresentaram buracos e afundamento asfáltico. Importante ressaltar que a retomada dos serviços não implica em novos gastos. Vamos continuar fiscalizando para que a rodovia, de fato, garanta aos motoristas, segurança e conforto no tráfego”, explicou Dison.

A RN 003 é um importante equipamento de ligação entre os municípios da região agreste potiguar. O recapeamento da avenida foi finalizado em abril deste ano. Após três meses dos reparos a estrada apresentou buracos em vários trechos, colocando em risco a segurança dos motoristas que trafegam diariamente na via.
Do VNT
Image and video hosting by TinyPic

Placar vira no STF: 5 ministros a favor e 3 contra a promoção de crença em ensino religioso

setembro 23, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
Supremo Tribunal Federal (STF) retomou nesta quinta-feira (21) o julgamento sobre como deverá ser o ensino religioso nas escolas públicas. Na sessão, houve uma virada no placar, com cinco votos a favor da possibilidade de professores promoverem suas crenças em sala de aula. Três votos são contrários. Depois do oitavo voto, o julgamento foi suspenso e será retomado na próxima quarta (27). Faltam os votos de outros três ministros.

A análise do tema começou em agosto e foi interrompida no último dia 31 com três votos a favor do modelo “não-confessional”, isto é, que se limita à exposição das doutrinas, história, práticas e aspectos sociais das diferentes crenças, assim como do ateísmo e do agnosticismo. Votaram assim o relator, Luís Roberto Barroso, e os ministros Rosa Weber e Luiz Fux.

A divergência foi aberta por Alexandre de Moraes, para quem o Estado não pode “censurar” a liberdade de expressão dos professores nem contrariar a vontade de estudantes em aprofundar-se na fé que escolheram.
Na ocasião, apenas o ministro Edson Fachin seguiu esse posição, sob o argumento de que a religião faz parte também da vida pública numa democracia.

Na sessão desta quinta, o julgamento foi retomado com mais três votos a favor da possibilidade do ensino confessional: dos ministros Gilmar Mendes, Dias Toffoli e Ricardo Lewandowski. Para uma decisão final, é necessária maioria mínima de seis votos – ainda faltam votar os ministros Marco Aurélio Mello, Celso de Mello e Cármen Lúcia.

Em seu voto, Gilmar Mendes disse que a tentativa de implantar o modelo não-confessional é uma forma de fazer o Estado “tutelar” a religião, um “domínio do chamado politicamente correto”. Ele lembrou que a referência a Deus na própria Constituição não retira o caráter laico do Estado, e destacou que a religião cristã, por exemplo, faz parte da cultura da sociedade brasileira.

“Aqui me ocorre uma dúvida interessante: será que precisaremos, eu pergunto, em algum momento chegar ao ponto de discutir a retirada a estátua do Cristo Redentor do morro do Corcovado por simbolizar a influência cristã em nosso País? Ou a extinção do feriado de Nossa Senhora de Aparecida? A alteração dos nomes dos estados? São Paulo passaria a se chamar Paulo? Santa Catarina passaria a se chamar Catarina? E o Espírito Santo? Poderia se pensar em espírito de porco ou em qualquer outra coisa. Portanto, essas questões têm implicações”, disse.

Dias Toffoli, por sua vez, disse não haver uma “separação estanque” entre Estado e religião, citando vários trechos da Constituição que não só impedem o poder público de embaraçar o exercício da fé, como também promovem a liberdade de culto – em escolas e nos quartéis militares, por exemplo.

“A liberdade religiosa também se exprime por meio da comunicação das ideias religiosas, que é vertente da liberdade de expressão e como tal como pode ser exteriorizada tanto no ambiente privado como no público. O direito da liberdade de crença guarda íntima relação com o direito à manifestação do pensamento. Seja do pensamento religioso, seja das ideias agnósticas, seja um contrassenso que a exteriorização do pensamento de uns seja tolhido em nome da proteção da liberdade de crença de outro”, disse no julgamento.

Ricardo Lewandowski também votou pela possibilidade de professores pregarem a religião em sala de aula, mas ressalvou que não deve haver qualquer tipo de discriminação com alunos de outras crenças.
hjui

“O importante é que o ensino público de modo geral, inclusive em matéria de religião, seja ministrado de forma cuidadosa, respeitosa, sem discriminar ou estereotipar os alunos em razão de suas características pessoais ou opções individuais. Apesar de não caber à escola pública nenhum tipo de avaliação contra a legitimidade das diversas crenças, o ensino religioso deve levar em consideração a condição especial de pessoa em desenvolvimento, jovens adultos, titulares do direito à proteção integral, porquanto se encontra ainda em fase inicial da vida, particularmente, com a formação de sua personalidade e capacidade crítica”, disse.
O julgamento foi interrompido pela presidente do STF, Cármen Lúcia, para ser retomado na próxima quarta-feira (27).
G1
Image and video hosting by TinyPic

Pescadores capturam peixe gigante no litoral do Ceará

setembro 23, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
O Povo Online - Dois pescadores capturaram um peixe gigante na Praia do Iguape, localizada no município de Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza. O feito foi realizado na última quarta-feira, 20, pelos irmãos Gilmárcio Carneiro Rocha, de 29 anos, e Gilmaicon Carneiro Rocha, de 27 anos.

De acordo com Gilmárcio Carneiro, o peixe é de uma espécie conhecida popularmente como Camurupim. O animal media pouco mais de dois metros de comprimento e pesava 69 quilos e 800 gramas. 

Segundo Gilmárcio, o peixe foi pescado a sete quilômetros da costa e foram necessárias mais de três horas e meia para conseguir capturar o pescado. “Ele fisgou a linha no início da manhã, mas só às 11h20 conseguimos fazer com que ele ficasse cansado para colocarmos dentro do barco”, afirma.
Após limpo, quando são retiradas as escamas e as partes que não servem para comercialização, o peixe gigante pesou 55 quilos e foi vendido a um comerciante pelo valor de R$ 680, que foi dividido entre Gilmárcio, o irmão e o pai, que é o dono da embarcação que eles usavam.

De família tradicional de pescadores, Gilmárcio pesca há 15 anos, em uma rotina que se inicia às 5 horas da manhã e se encerra às 15 horas, durante seis dias por semana. Devido à experiência, o pescador não se admirou com o tamanho do peixe capturado e disse que já pegou maiores. “Há cerca de três anos pesquei um peixe que pesava 80 quilos. De julho até dezembro é normal aparecerem peixes daqueles por aqui”, disse.
Image and video hosting by TinyPic

População do RN aumentou 0,92%. Veja como ficou em seu município

setembro 22, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
Estimativa divulgada pelo IBGE no final de agosto indica que o Rio Grande do Norte chegou este ano à marca de 3.507.003 habitantes, com um crescimento de 0,92% (ou 32.005 pessoas) sobre o ano passado. Dos 167 municípios do estado, 135 tiveram aumento populacional e 32 perderam moradores.

As maiores taxas de crescimento foram registradas em Parnamirim e Galinhos (2,45%), Guamaré (2,23%), Tibau do Sul (2,10%) e São Gonçalo do Amarante (1,77%). Em Natal, o crescimento foi de 0,46%.

Os municípios que mais perderam moradores foram Severiano Melo (10,44%), Santana do Matos (1,16%), Japi (1,11%), Bodó (1,07%) e Pedra Grande (1,06%).

Veja no quadro abaixo qual é a população do seu município e se houve crescimento ou redução do ano passado para cá.
Image and video hosting by TinyPic

AGRAVAMENTO DA CRISE HÍDRICA

setembro 22, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
Mineiro fala sobre os encaminhamentos da reunião da comissão do comitê da bacia hidrográfica do rio Piranhas-Assu, nesta sexta-feira, 22, que discutiu o agravamento da crise hídrica na região
Image and video hosting by TinyPic

Em defesa do emprego

setembro 22, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
Fernando Mineiro (Deputado estadual do PT-RN)

A polêmica sobre a ação do Ministério Público do Trabalho contra a Guararapes, como responsável solidária pelos direitos dos trabalhadores das facções terceirizadas, tem sido habilmente manipulada pelo empresário Flávio Rocha para tangenciar a questão principal. Em vez de simplesmente contestar a ação, provando, se for o caso, que sua empresa cumpre a lei, Rocha adotou uma tática de guerra para demonizar o MPT, insuflando contra os procuradores as comunidades dos municípios envolvidos, corporações patronais e oportunistas políticos.

Como é do conhecimento dos meus mais desleais adversários, defendo a geração de trabalho e renda. E defendo também o trabalhador. Não se pode admitir que os empregos sejam criados passando por cima de direitos legítimos e legais. Nenhuma empresa, por maior que seja, tem o poder de se colocar acima da lei. Ameaçar suspender contratos, fechar postos de trabalho e retirar a Guararapes do RN, se a ação trabalhista continuar, é uma forma de chantagem social. E é isso que Flávio Rocha, consciente ou inconscientemente, está fazendo.

O funcionamento do Pró-Sertão segue um modelo global que não deve ser adotado automaticamente, sem discussão para melhorá-lo, porque pode resultar em relações de trabalho injustas, desiguais. Por isso, é importante levantar algumas questões sobre o contrato da Guararapes e de outras grandes empresas que fazem parcerias com as facções potiguares.

Quais são os termos exatos dos contratos em itens como produção, pagamentos, direitos trabalhistas, prazos de entrega, condições de rescisão? Como é feita a remuneração das facções e dos trabalhadores? É verdade que a empresa contratante pode suspender as ordens de produção quando e como bem entender, sem necessidade de avisar previamente as facções e os trabalhadores, que ficam no prejuízo, sem qualquer indenização? É verdade que as facções, ao contrário, têm que avisar com antecedência se decidirem desistir do contrato? Existe garantia de demanda mínima de produção para as facções? E o que acontece quando a empresa suspende uma ordem de produção, sem aviso prévio? Se as facções tiverem tomado um empréstimo para compra de máquinas para atender à demanda suspensa, quem paga o financiamento? É verdade que as facções são obrigadas por contrato a ressarcir a empresa se ela tiver que pagar qualquer valor em ações trabalhistas, incluindo-se aí todas as custas processuais e até honorários de advogados?

De acordo com informações veiculadas na mídia, no período de 2005 a 2015 o lucro anual da Guararapes aumentou cinco vezes, batendo os R$ 7 bilhões. Uma performance que seguramente foi bastante ajudada por esse modelo de terceirização, que, ao reduzir salários e suprimir outras garantias e direitos, reduz também os custos. Outro fator que deve ter contribuído são as isenções fiscais concedidas à empresa aqui no estado. E aí cabem novas perguntas: qual é o prazo da isenção de impostos estaduais? A relação custo/benefício da isenção é boa para o RN?

Debater publicamente essas e outras questões contratuais ajudaria a entender melhor como funciona o Pró-Sertão e quem mais se beneficia dele. Também ajudaria a entender por que o programa, criado em 2013 com base nas associações comunitárias implantadas pelo ex-governador Iberê Ferreira de Souza na região do Trairi, ainda está muito longe da meta prevista: implantar 300 unidades de facção e gerar 12 mil empregos diretos no setor até 2018. Pelos dados oficiais conhecidos, em 2016, quarto ano do programa, elas eram 124 (das quais 60 já existiam antes mesmo do Pró-Sertão) e ocupavam 2.853 pessoas.

É preciso discutir e aperfeiçoar o modelo do programa, para melhorar a situação das facções que já existem e assegurar a implantação de novas unidades. Elas são fundamentais para recuperar a nossa indústria têxtil, de confecções e de vestuário, que fechou mais de 10 mil vagas, segundo dados do Ministério do Trabalho. É claro que o desempenho negativo tem a ver com a competição desleal de países como a China, que inunda o comércio brasileiro com produtos mais baratos. Mas tem a ver também com a falta de uma política industrial consistente, atrativa, que não se resuma apenas a incentivos fiscais e que proteja as pequenas empresas, as que mais empregam.

Todas essas questões ficam no ar, à espera de um debate aberto, para que a polêmica sobre a ação judicial sirva às facções, aos trabalhadores, aos empresários e ao RN em geral. E não sirva apenas a quem, de fato, tem servido até agora: aos que desejam desviar o foco da sua responsabilidade social e legal, demonizando o Ministério Público do Trabalho, e aos oportunistas de sempre, que pegam carona no caso pensando em dividendos eleitorais no próximo ano.

Foto: Vlademir Alexandre
Image and video hosting by TinyPic

PLEITO DE DISON LISBOA GARANTE QUE TRECHO DA RN 003 SEJA RECONSTRUÍDO

setembro 22, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
Atendendo a reivindicação do deputado estadual Dison Lisboa (PSD), a RN 003, no trecho que liga o município de Goianinha a Santo Antônio, será novamente reconstruída. As obras foram iniciadas e estão sendo executadas em pontos que apresentaram buracos e desgaste asfáltico após o curto período de conclusão dos serviços que recapearam a via.

“Expomos ao Departamento de Estradas e Rodagens a necessidade de refazer o recapeamento da RN 003, que após alguns meses do término dos serviços de recapeamento apresentaram buracos e afundamento asfáltico. Importante ressaltar que a retomada dos serviços não implica em novos gastos. Vamos continuar fiscalizando para que a rodovia, de fato, garanta aos motoristas, segurança e conforto no tráfego”, explicou Dison.

A RN 003 é um importante equipamento de ligação entre os municípios da região agreste potiguar. O recapeamento da avenida foi finalizado em abril deste ano. Após três meses dos reparos a estrada apresentou buracos em vários trechos, colocando em risco a segurança dos motoristas que trafegam diariamente na via.
Image and video hosting by TinyPic

DEPUTADOS APROVAM À UNANIMIDADE PEDIDO DE EMPRÉSTIMO DE R$ 698 MILHÕES

setembro 22, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
O pedido de empréstimo de R$ 698 milhões do Governo do Estado à Caixa Econômica Federal foi autorizado pela Assembleia Legislativa. A votação aconteceu durante a sessão plenária desta quinta-feira (21). Os deputados aprovaram à unanimidade a mensagem 140/2017. Outra matéria também aprovada por todos os deputados foi a mensagem 137/2017, alterando a lei 9.626 de 2012, que previa obras exclusivamente para a Avenida Engenheiro Roberto Freire.

A alteração na lei irá permitir que os recursos da ordem de R$ 234,8 milhões possam ser aplicados em mobilidade urbana, saneamento básico e projetos de infraestrutura turística para os municípios de Natal, Macaíba, Parnamirim, Extremoz e São Gonçalo do Amarante. Uma dessas obras é a reforma e ampliação do Centro de Convenções de Natal.

“A Assembleia deu uma lição de amadurecimento, com deputados de situação e oposição ao Governo votando favoráveis a esse empréstimo e diante de um pleito de todos nós, serão destinados cerca de R$ 50 milhões para a área de segurança. Acreditamos que com isso iremos amenizar o sofrimento do cidadão, que está aflito no seu direito de ir e vir. A Assembleia sai maior num debate como esse, principalmente porque os recursos irão amenizar os problemas mais graves do Estado”, afirmou o presidente do Legislativo, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB).

Originalmente, estavam previstos cerca de R$ 11,5 milhões para a área de Segurança e foi ampliado para R$ 50 milhões. Desse valor, R$10 milhões serão destinados à Polícia Civil, garantidos por emenda parlamentar. Na discussão das matérias, o líder governista, deputado Dison Lisboa (PSD) defendeu a necessidade dos recursos para ampliar a capacidade de investimento do Governo. “Os recursos serão usados na saúde, rodovias, amortização da dívida, saneamento básico e segurança. Foi uma atitude extremamente louvável ampliar os recursos para a Segurança. E o mais importante aqui é o objetivo do governo em pagar uma folha de pagamento, desafogando a fonte 100, responsável pelo custeio da máquina administrativa”, afirmou.

No debate que antecedeu a votação, o deputado Getúlio Rêgo (DEM) afirmou que o momento era uma boa oportunidade para que sejam esclarecidos os motivos pelos quais os deputados iriam votar favorável à matéria: “É inegável as dificuldades que o Governo enfrenta. Mas faltou o cuidado de estabelecer um planejamento estratégico para compatibilizar a receita com despesa, a fim de garantir estabilidade no processo da contabilidade estadual. Esse novo empréstimo vai gerar dificuldades para o próximo governante, como o pagamento da dívida acrescida do projeto que estamos votando hoje. É preciso ficarmos atentos para os passos futuros que vão acontecer daqui pra frente, pois o governo tem obrigação redobrada de buscar alternativas e políticas de segurança eficientes que devolvam tranquilidade às pessoas”, disse.

Outros deputados também participaram do debate sobre a aplicação dos recursos, cobrando a utilização efetiva dos empréstimos na melhoria da qualidade de vida da população do Rio Grande do Norte.

Outros projetos

De iniciativa parlamentar, foram aprovados os projetos 148/2016, que determina a obrigatoriedade de divulgação dos gastos públicos em eventos culturais; projeto 21/17, denominando de “Rodovia Deputado Patrício Júnior” a RN 117, no trecho que liga o entroncamento da BR 226 ao município de Martins; o projeto 125/2016, que obriga os estabelecimentos hoteleiros a identificarem crianças e adolescentes hospedados e o 040/2017, que institui o Dia do Homem Cristão.
da AL RN
Image and video hosting by TinyPic

Festival atrai amantes da boa gastronomia à Praia da Pipa, no RN

setembro 22, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
Festival Gastronômico da Pipa começa nesta sexta-feira (22)  (Foto: Divulgação)
Evento começa nesta sexta (22) e segue até o dia 30 na praia paradisíaca de Tibau do Sul. Oficinas e degustações fazem parte da programação.

C onhecida mundialmente pelo ar paradisíaco e cosmopolitano, a Praia da Pipa, no município de Tibau do Sul, quer ficar conhecida pela diversidade gastronômica. A partir desta sexta-feira (22), as ruas do destino turístico receberá chefs renomados para uma semana de banquete culinário.

O 13º Festival Cultural e Gastronômico da Pipa vai até o dia 30 de setembro na avenida principal da Pipa, Baía dos Golfinhos. A proposta da edição deste segunda é passar pelas várias cozinhas brasileiras, desde os pratos do litoral, da caatinga e da Amazônia, chegando à cozinha caiçara e à indígena do Centro-Oeste.

A programação conta com oficinas e degustações em uma estrutura maior que as anteriores. No terreno vizinho ao terminal de ônibus, será montada uma Cidade Gastronômica, onde o público poderá circular e aproveitar atividades simultâneas, degustar a cozinha de chefs a preços acessíveis e conferir ao vivo o concurso de novos talentos, só com receitas de tapiocas.

Os melhores restaurantes, bares, bistrôs e cafés do balneário participam do concurso gastronômico. O público poderá votar nos pratos utilizando um aplicativo do festival. Além das atrações culinárias, os visitantes também vão aproveitar shows musicais, encenações de teatro e mostra de artesanato. Um festival de ostras acontecerá dentro do próprio festival gastronômico.

O festival é realizado pela Ong Educapipa e pela Secretaria de Turismo do RN. Ele também conta com investimentos privados e recursos oriundos da Lei de Incentivo à Cultura Câmara Cascudo, além de parcerias e apoios.

Segundo o secretário de Turismo do estado, Ruy Gaspar, o evento é uma das formas encontradas pelo estado para construir um calendário cultural a interiorização do turismo, principalmente na baixa temporada. “Esses eventos conseguem atrair turistas regionais, nacionais e internacionais para curtir a programação e gerar mais emprego e renda para a região”, conclui.
DO G1 RN
Image and video hosting by TinyPic

Juíza determina cassação de prefeito e vice de Galinhos, RN

setembro 22, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
Prefeito de Galinhos, Fábio Rodrigues (Foto: Alexandre Barbosa)
Apesar da decisão, afastamento dos dois ainda está condicional ao posicionamento do TRE.

A juíza Cristiany Maria de Vasconcelos Batista determinou a cassação dos mandatos do prefeito e do vice-prefeito da cidade de Galinhos, no interior do Rio Grande do Norte. A justificativa é de que os dois cometeram crimes de abuso de poder econômico e político. Apesar da ordem, o prefeito, Fábio Rodrigues (PRB), e o vice, Afrânio Reis (PR), permanecem nos cargos até que o Tribunal Regional Eleitoral se posicione sobre o caso.

Na sentença, a magistrada determina ainda que sejam realizadas novas eleições municipais em Galinhos, para escolha de representantes para o Poder Executivo em substituição à chapa eventualmente cassada.

A assessoria de comunicação da Prefeitura de Galinhos diz que, como a decisão é em primeira instância, os dois podem recorrer ainda no cargo. “E o farão, certos de quem obterão o direito de permanecer a frente da gestão municipal”, diz a nota encaminhada à imprensa.

A ordem da juíza Cristiany Batista, da 30ª Zona Eleitoral, foi acrescida ao Diário Oficial da JE do Rio Grande do Norte com data desta quinta-feira (21), contudo o documento, disponível no site, tem data de publicação de segunda (25).

Segundo decidiu a magistrada, os dois foram condenados por se comprovarem a nomeação de 186 servidores comissionados em ano eleitoral e exoneração de 84 servidores comissionados após a eleição, caracterizando abuso de poder político; o uso da máquina administrativa em benefício da candidatura dos representados pelo prefeito; compra de votos com cheques da prefeitura; a oferta pelo prefeito de cargo e salário em troca de voto.

Cristiany Batista, em seu posicionamento, determina a cassação dos diplomas do prefeito e do vice-prefeito, além de penalidades de multa de R$ 10 mil e inelegibilidade por oito anos aplicadas somente ao prefeito Fábio Rodrigues. A juíza ordena ainda a realização de novas eleições
DO G1/ RN
Image and video hosting by TinyPic

TCE pede que ex-prefeito devolva dinheiro tirado de Goianinha, RN e repassado ao ABC em 2007

setembro 22, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
DISON
O Tribunal de Contas do Rio Grande do Norte (TCE-RN), através da conselheira relatora Ana Paula de Oliveira Gomes, propôs no último dia 12 de setembro que o deputado estadual Dison Lisboa (PSD), ex-prefeito de Goianinha e atual líder do governo na Assembleia Legislativa do Estado, devolva para a Prefeitura Municipal da cidade a quantia de R$ 7,7 mil que foi transferida de maneira irregular para a conta do ABC Futebol Clube, em 2007.

A denúncia de irregularidade na transferência para o clube Alvinegro foi feita pelo empresário Ernani Teles de Castro Júnior, ex-cunhado do então prefeito, que inclusive já havia apresentado diversas outras acusações a gestão de Dison na época.

Estas denúncias foram responsáveis pelo afastamento do chefe do executivo de seu cargo na Prefeitura Municipal de Goianinha e chegou a virar suspeita de caso de polícia após o empresário ser alvo de atentado. A polícia, porém, nunca confirmou que os casos tivessem ligação.

Além de ter que devolver a quantia repassada indevidamente ao ABC, que na época disputava a Série C do Campeonato Brasileiro (e mais tarde veio a conquistar o acesso para a segunda divisão nacional), o ex-prefeito Dison Lisboa também terá que pagar duas multas de 30% sobre o valor transferido por causa da atitude ilegal tomada na época, que culminou no repasse do valor, além da existência de notas fiscais em branco no caso.

As informações sobre a proposição da Corte de contas direcionada ao deputado estadual do PSD estão registradas no processo de número 006884/2007 e publicadas no Diário Eletrônico do TCE-RN Nº 1960, desta quarta-feira, 20 de setembro de 2017, página 13. VEJA AQUI
Image and video hosting by TinyPic

Juiz determina afastamento do vereador de Natal Luiz Almir

setembro 22, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
Vereador Luiz Almir  (Foto: Canindé Soares)
O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte notificou a Câmara Municipal de Natal determinando o afastamento do vereador Luiz Almir (PR) do cargo. A suspensão do exercício foi deferida pelo Juiz Bruno Lacerda Bezerra Fernandes, que afirma que a aplicação da decisão é imediata. Contudo, a CMN tem um prazo de 15 dias para que sejam tomadas as medidas necessária à execução da sentença.

A decisão judicial é de um processo que tramita na 5ª Vara da Fazenda Pública, e envolve uma denúncia do Ministério Público por improbidade administrativa na nomeação de cargos comissionados no gabinete do então vice-governador Fernando Freire, na época (1995 - 2002). Freire está preso desde 2015.

Segundo a assessoria de imprensa da CMN, Luiz Almir vai recorrer ao Tribunal de Justiça. O vereador pode pedir o efeito suspensivo do afastamento até o julgamento do mérito no TJ, que confirme ou modifique a sentença do juiz.

Condenados
Em março deste ano, o ex-governador Fernando Freire foi condenado a mais 13 anos e 7 meses de prisão pelo crime de peculato. A nova condenação foi referente a um processo da 4ª Vara Criminal de Natal e teve o sigilo levantado pelo juiz Raimundo Carlyle. Na mesma sentença, o vereador Luiz Almir foi condenado a 12 anos e 7 meses pelos crimes de peculato e lavagem de dinheiro. Na sentença, o juiz reforça que, por ter sido sentenciado por lavagem de dinheiro, Luiz Almir não pode ser nomeado para cargos comissionados ou assumir direção de órgãos públicos.

Freire já tinha uma condenação de seis anos de prisão por envolvimento no esquema fraudulento que ficou conhecido como 'Máfia dos Gafanhotos'.

Fernando Freire e Luiz Almir foram denunciados pelo Ministério Público por envolvimento em um esquema de desvio de recursos públicos, entre os anos de 1995 e 2002, através de pagamento de gratificações de gabinete da Vice-governadoria e, posteriormente, da Governadoria.

"Consoante se infere da denúncia, a origem dos fatos advém de o acusado Fernando Antônio da Câmara Freire, no exércio dos cargos de Vice-governador e governador do Estado do Rio Grande do Norte, ter comandado, entre os anos de 1995 e 2002, um grande esquema de desvio de recursos do erário estadual, mediante a concessão fraudulenta de gratificação em nome de diversas pessoas, sem o consentimento ou o conhecimento das mesmas, que passaram a figurar formalmente na folha de pagamento do Estado, para que terceiros pudessem se locupletar das remunerações pagas em nomes delas, o que ensejou várias investigações criminais, tendo em vista a diversidade de beneficiários da prática delituosa", publicou o juiz Raimundo Carlyle.

No processo específico julgado pelo magistrado, foram identificadas que 13 pessoas foram incluídas como beneficiárias do esquema mediante recebimento de cheque-salário, sendo a maioria indicada pelo então deputado estadual Luiz Almir. De acordo com a denúncia, essas pessoas não possuíam nenhum vínculo com a Vice-governadoria e nem com a Governadoria, tampouco desempenhavam ou iriam desempenhar qualquer função.

Ainda de acordo com o processo, os beneficiários das gratificações prestavam serviço para a Fundação Augusto Severo, que tinha como presidente de honra Luiz Almir, e/ou trabalhavam nas campanhas dos acusados Fernando Freire e Luiz Almir. As investigações indicaram que as pessoas que recebiam as gratificações repassavam os valores para outras contras, visando beneficiar Freire e Almir.

O juiz Raimundo Carlyle condenou ainda por peculato Antônio Laézio Filgueiras Magalhães, Ubirajara Manoel Firmino de Oliveira, Flávia Maria Fabiana Severo Cavcalcanti, Evânia Maria de Oliveira Godeiro, Jean Coelho Bezerra, Cauby Barreto Sobreiro, Amós Plínio Batista, Djai Monteiro Teizeira, Antônio Alexandre do Nascimento Rodrigues e Genivaldo Ferreira da Silva.

Todos tiveram pena de 4 anos e 6 de meses de reclusão. Já Márcio Carlos Godeiro foi condenado a 10 anos e 6 meses pelos crimes de peculato e lavagem de dinheiro.
Image and video hosting by TinyPic

Câmara recebe nova denúncia da PGR contra Temer; presidente será notificado

setembro 22, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
Câmara recebe nova denúncia da PGR contra Temer; presidente será notificado
A Câmara dos Deputados recebeu nesta quinta-feira (21), do Supremo Tribunal Federal, a nova denúncia contra o presidente Michel Temer apresentada pela Procuradoria Geral da República (PGR). Com isso, Temer será notificado a apresentar a defesa sobre as acusações.

O documento foi entregue por volta das 20h30, pelo diretor-geral do STF, Eduardo Toledo, à Secretaria Geral da Mesa da Câmara.

Temer foi denunciado ao STF pelos crimes de organização criminosa e obstrução de Justiça. Mas a Corte só poderá analisar a acusação se a Câmara autorizar. A votação pode acontecer em outubro, segundo estimou o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Mais cedo, nesta quinta, o Supremo rejeitou, por 10 votos a 1, pedido da defesa de Temer para suspender o envio da denúncia à Câmara.

Os advogados do presidente queriam que a Corte aguardasse a conclusão das investigações sobre se executivos da J&F omitiram informações nas delações premiadas. As provas apresentadas por eles compõem parte da denúncia contra Temer.

Assim como na primeira denúncia oferecida contra Temer, por corrupção passiva, caberá à Câmara dos Deputados decidir se autoriza ou não a continuidade do processo ao Supremo.

Se a denúncia seguir para o STF e os ministros decidirem aceitá-la, Temer se tornará réu e será afastado do mandato por até 180 dias.

Mas, para a acusação da PGR contra o presidente seguir para a Corte, são necessários os votos de, no mínimo, 2/3 dos deputados, ou seja, 342 dos 513.

Se a Câmara não der aval ao prosseguimento do processo, a denúncia ficará parada até o fim do mandato de Temer, em 31 de dezembro de 2018.

"É inédito ter um presidente da República denunciado duas vezes", diz Cristiana Lôbo

Tramitação
Saiba abaixo como será a tramitação da denúncia na Câmara a partir de agora:

STF aciona a Câmara - Recebida a denúncia contra Temer, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), deve notificar o presidente a apresentar defesa e despachar a acusação para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

Prazo para a defesa - A partir da notificação, a defesa de Temer terá até dez sessões do plenário da Câmara para enviar os argumentos, se quiser. Para a contagem do prazo, é levada em consideração qualquer sessão de plenário, seja de votação ou de debate, desde que haja quórum mínimo para abertura (51 deputados presentes). Se houver mais de uma sessão no dia, apenas uma será validada. Não são computadas as sessões solenes e as comissões gerais.

CCJ - Assim que a defesa de Temer entregar as alegações, o regimento dá à CCJ prazo de até cinco sessões do plenário para se manifestar sobre a denúncia. Nesse período, o relator, a ser designado pelo presidente da CCJ, deverá apresentar um parecer, concordando ou não com o prosseguimento da denúncia. Os integrantes da CCJ podem pedir vista do processo (mais tempo para analisar a acusação) por até duas sessões plenárias antes de discutir e votar o parecer. Antes de ser votado no plenário, o parecer da CCJ terá de ser lido durante uma sessão, publicado no "Diário da Câmara" e pautado para ser votado na sessão seguinte.

Decisão pelo plenário - O parecer será discutido pelos parlamentares em plenário e, depois, será submetido a votação nominal. Os deputados serão chamados um a um para votar, no mesmo formato da votação do processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff e da primeira denúncia de Temer.

Aprovação da denúncia - A denúncia seguirá para o STF se pelo menos 342 deputados votarem a favor do prosseguimento do processo. Os 11 ministros da Corte, então, deverão votar para decidir se aceitam ou não a denúncia. Se a maioria votar pela aceitação, Temer se tornará réu. Nessa hipótese, será afastado do mandato por até 180 dias. O presidente só perderá o cargo definitivamente se for condenado pelo Supremo. Nesse caso, o presidente da Câmara assumirá o comando do país e convocará eleições indiretas, em até um mês. A eleição será indireta.

Rejeição da denúncia - Se menos de 342 deputados votarem pela denúncia, a acusação contra Temer não seguirá para o Supremo. A denúncia será suspensa, mas não arquivada. Nessa hipótese, o processo só poderá ser retomado após o mandato de Temer, que acaba em 31 de dezembro de 2018.
A primeira denúncia contra Temer, por corrupção passiva, foi rejeitada em agosto pela Câmara por 263 votos a 227.
Image and video hosting by TinyPic

Fátima critica cortes na agricultura familiar

setembro 21, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
Durante o Seminário Nacional de Desenvolvimento da Agricultura Familiar, realizado pela Confederação Nacional dos Trabalhadores Na Agricultura (CONTAG), a senadora Fátima Bezerra criticou duramente os cortes nas ações estruturantes das áreas agrícola, agrária e ambiental, no Projeto de Lei Orçamentária (PLOA ) de 2018 .

Segundo a senadora, Temer reduziu as dotações previstas no Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA 2018) para a área. Em relação ao ano passado, por exemplo, o programa para a Promoção e Fortalecimento da Agricultura Familiar perdeu 73,7%, caindo de  R$ 38.808.107,00 para R$10.217.540,00. O Programa de Promoção da Educação no Campo, teve orçamento reduzido de R$ 14.800.000,00 para R$ 2.053.682,00. Também o programa para construção de cisternas, dos R$ 248,8 milhões constante da LOA 2017, recebe precisão orçamentária de apenas R$ 20 milhões na PLOA 2018.
“Em um ano do golpe, o Brasil está testemunhando um verdadeiro desmonte do Estado. Estes cortes no orçamento afetam a população mais pobre, afetam os trabalhadores rurais”, disse.

Entre os retrocessos destacado pela parlamentar estão: congelamento dos investimentos públicos, enfraquecimento da industrial nacional, venda do patrimônio público e ataques contra os trabalhadores, indígenas e quilombolas: “Eles estão vendendo o nosso Brasil”.

A senadora também criticou fortemente a proposta da reforma da Previdência, que ataca frontalmente direitos de professores e de trabalhadores rurais. “Precisamos barrar a reforma da previdência e o caminho é muita união e luta”, afirmou. “Precisamos derrotar os golpistas e trazer de volta ao trilho nossa democracia, retomando o projeto de desenvolvimento nacional, de inclusão social, iniciado no governo do presidente Lula”, completou.

Reforma politica

Para a senadora Fátima Bezerra, o Brasil obteve uma importante conquista nesta semana, quando a bancada do PT, juntamente com outros partidos de oposição, derrotou o chamado “distritão”, na Câmara dos Deputados. “ Nós derrotamos pela segunda vez este sistema. Tenho orgulho da bancada do meu partido que votou unida. O PMDB , o PSDB e o Dem queriam o distritão porque ele evita a renovação na política; queriam manter o status dos que estão aí. O distritão é um culto ao caciquismo. É um culto ao personalismo”, concluiu. 
Image and video hosting by TinyPic

ACUSADA DE MANDAR MATAR MÉDICO EM CANGUARETAMA É CONDENADA A 13 ANOS DE PRISÃO

setembro 21, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
Foto: Clayton Carvalho/Inter TV Cabugi

Shirley Araújo de Lima foi condenada a 13 anos de prisão em regime fechado acusada de mandar matar o psicanalista João Jorge Filho de 67 anos, assassinado na cidade de Canguaretama em maio de 2002. O júri popular aconteceu nesta quarta-feira (20), em Natal, e foi presidido pela juíza Eliana Alves Marinho. Shirley Araújo  foi condenada por homicídio qualificado.

Durante os debates entre defesa e acusação, o representante do Ministério Público e o advogado do Assistente Ministerial pediram a condenação da ré por homicídio duplamente qualificado. A defesa, por sua vez, sustentou a tese de negativa de autoria. Na decisão, a juíza determinou que Shirley Araújo de Lima pode recorrer em liberdade.
Foto: Reprodução

O crime

No dia 26 de maio de 2002, o caseiro Clodoaldo Ribeiro matou o médico com um tiro na cabeça. Naquela noite, o médico João Jorge Filho foi supostamente sequestrado de dentro de casa e assassinado. O corpo foi encontrado no canavial da comunidade de Vila Flor, no município de Canguaretama. As investigações apontaram que sua companheira teria sido a mandante do crime.

Ela teria seduzido o caseiro da residência e articulado a morte do médico. Segundo a Policia Civil, o caseiro Clodoaldo Ribeiro teria sequestrado e matado a vitima por R$ 10 mil, que seriam pagos em cheque. O acusado confessou o crime e disse que Shirlei foi a mandante. Segundo ele, a mulher queria ficar com a herança do companheiro.

Na versão de Shirley, ela foi a vítima. Teria sido sequestrada junto com o marido. Após a morte de João Jorge, Shirley teria sido encapuzada, jogada nua no porta malas do carro e ficado refém de Clodoaldo por dois dias. Com os braços presos, ela teria sido estuprada oito vezes e não teria visto o rosto do acusado. Na época, os filhos da vitima estranharam a versão de Shirley e começaram a investigar o caso.

Condenado

O caseiro Clodoaldo Ribeiro foi preso na semana do crime, mas só foi condenado em 2015. Réu confesso, ele pegou 20 anos de prisão por homicídio qualificado. Já Shirley Araújo, nunca foi presa. Ela responde por homicídio qualificado, ocultação de cadáver e porte de drogas.

Do G1/RN
Image and video hosting by TinyPic

'A violência está tomando conta do RN e ninguém faz nada', diz secretário vítima de bala perdida em Natal

setembro 21, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
Antônio Rogério Peixoto Neto, secretário de Saúde de Paraú, se recupera de cirurgia (Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi)
Antônio Rogério Peixoto Neto, secretário de Saúde de Paraú, comprava um espetinho em frente a rodoviária quando foi baleado. No tiroteio, um homem morreu.

S into que a violência está tomando conta do país, do RN, e ninguém faz nada”. As palavras são do secretário de Saúde de Paraú, Antônio Rogério Peixoto Neto, vítima de uma bala perdida na noite desta quinta-feira (20) em Natal. O secretário foi baleado durante um tiroteio, no qual um homem morreu. O suspeito de ter feito os disparos foi preso.

Antônio Neto falou com o repórter Kleber Teixeira, da Inter TV Cabugi, na manhã desta quinta (21) no Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, onde se recupera de uma cirurgia (veja vídeo acima). O tiro atingiu o abdômen do secretário. “Foi um susto grande. A primeira coisa que agente pensa é na família”, afirmou.

Ainda de acordo com o secretário, ele havia ido à rodoviária de Natal para retirar dinheiro em um caixa eletrônico. Mas, antes disso, parou em um espetinho para fazer um lanche. “Comprei o espetinho, e quando a mulher foi pegar o troco, chegou esse rapaz atirando pra matar uma determinada pessoa que eu não sei que era”, contou.

O tiroteio
Segundo a Polícia Militar, o tiroteio aconteceu por volta das 20h40. Na ocasião, um homem identificado como Márcio Galdino de Macedo, de 32 anos, se desentendeu com Erinaldo Bezerra da Silva, que tem a mesma idade. Após a confusão, Márcio atirou várias vezes contra Erinaldo, que não resistiu aos ferimentos. Próximo da confusão estava o secretário Antônio Neto.

Baleado no abdômen, o secretário foi socorrido para uma Unidade de Pronto Atendimento, e depois transferido para o Pronto-Socorro Clóvis Sarinho, no HWG.
Márcio Galdino, que segundo a PM foi quem fez os disparos, foi preso e levado para a Central de Flagrantes. Ele nega. Contudo, com ele foram apreendidos uma pistola e munições. Além disso, a polícia disse ainda que o suspeito foi reconhecido por uma testemunha.
DO G1 RN
Image and video hosting by TinyPic
featured

Filho é suspeito de matar a própria mãe e esfaquear sobrinho em cidade do RN

setembro 21, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
Mãe e sobrinho foram socorridos para o hospital da cidade, mas a idosa não resistiu aos ferimentos (Foto: AssuNotícias)
Crime aconteceu na noite desta quarta-feira (20) no município de Itajá, na região Oeste do estado.
U m homem suspeito de matar a própria mãe com uma faca peixeira e esfaquear o sobrinho foi preso na noite desta quarta-feira (20) na comunidade de Acauã de Baixo, em Itajá, município da região Oeste potiguar.

Segundo a PM, vizinhos ligaram para o 190 por volta das 19h, falando sobre uma grande confusão na residência da família. O homem, identificado como Antônio Dantas dos Santos, de 42 anos, havia esfaqueado um sobrinho, que saiu correndo da casa, e em seguida golpeado a própria mãe, uma idosa de 69 anos.

Os vizinhos e outros familiares tentaram socorrer a idosa, mas o homem, agressivo, impediu a entrada das pessoas na casa. Quando os policiais chegaram precisaram atirar para contê-lo. Ele foi atingido em uma das pernas, e só assim a idosa recebeu os primeiros socorros. Porém, morreu antes de chegar ao hospital da cidade.

Os parentes disseram à PM que o homem tem problemas psicológicos, mas não vinha tomando os medicamentos prescritos. Ele foi levado para o Hospital Regional de Assu, mas precisou ser transferido para o Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró, onde foi cirurgiado devido o tiro na perna.

Antônio Dantas continua no hospital, e depois será autuado em flagrante pela morte da mãe e atentado contra o sobrinho.
DO G1 RN
Image and video hosting by TinyPic
Notícias

Especialistas do setor elétrico nacional são contra a venda da Eletrobras

setembro 19, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
Durante debate na Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR) do Senado, nesta terça-feira (19), que discutiu a privatização do setor elétrico e suas consequências para o desenvolvimento regional, representantes do setor elétrico nacional se declaram contrários à decisão do governo federal de privatizar a empresa. 

Durante o governo do presidente Lula, a Eletrobras apresentou lucro em todos os anos – cerca de R$ 2 bilhões por ano, em média. Em 2016, a empresa apresentou lucro de R$ 3.4 bilhões e, este ano, já registrou lucro de R$ 1.7 bilhão. 

Para a presidente da Comissão, senadora Fátima Bezerra, a privatização da empresa vai fazer com que o país perca o controle sobre o setor energético, que ficará em mãos da iniciativa privada, inclusive estrangeira. A parlamentar lembra também que privatização da empresa colocará em risco a segurança hídrica de grande parte da população. “Não podemos aceitar que um setor que exerce tanto impacto no desenvolvimento econômico, social e tecnológico no Brasil seja destruído, para cobrir déficits de caixa do governo. Querem vender a Eletrobras a preço de banana para o capital estrangeiro", enfatizou Fatima, que lamentou a ausência de representantes do governo no debate. 

Luiz Pinguelli Rosa, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro e ex-presidente da Eletrobras, destacou que a empresa tem papel estratégico nos rumos da eletricidade do país. “Eletricidade é uma coisa séria, além de ser um componente essencial para o desenvolvimento de uma nação. Ela atende as famílias, ela atende os hospitais“, disse. “A privatização causará um efeito negativo e aumentará as tarifas. De forma alguma, podemos esperar que as tarifas serão barateadas com a privatização”, garantiu. 

Soberania Nacional
O diretor-presidente do Centro de Estratégias em Recursos Naturais e Energia (CERNE), Jean-Paul Prates, salientou a importância da empresa para a segurança nacional do país e para o desenvolvimento nacional. “A Eletrobras é muito especial. Não estamos falando de uma geradora, ou de um complexo de geradoras, ou de uma quantidade de linhas. Estamos falando do sistema elétrico brasileiro, do principal operador, implantador e mantenedor de energia do sistema elétrico nacional”.

A audiência pública da CDR contou também com a presença da secretária de Energia da Confederação Nacional dos Urbanitários, Fabíola Latino Antezana, e do conselheiro de Administração da Cemig, Nelson José Hubner Moreira.
Image and video hosting by TinyPic
Notícias Política

PESQUISA CNT/MDA TAMBÉM TIRA DORIA DO PÁREO EM 2018

setembro 19, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
A pesquisa CNT/MDA divulgada nesta terça-feira, que apontou o crescimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a vitória dele em todos os cenários, também traz um efeito colateral: ela praticamente mata a candidatura de João Doria Júnior, o prefeito de São Paulo que praticamente abandonou o cargo para fazer campanha presidencial; Doria vinha usando o argumento de que era mais competitivo do que seu padrinho Geraldo Alckmin para tentar tomar seu lugar; no entanto, os dois tiveram percentuais praticamente idênticos: Alckmin, com 8,7%, e Doria, com 9,4%; ou seja: ambos estão empatados, na margem de erro, o que significa que Alckmin, com a máquina tucana nas mãos, será o candidato – Doria, agora, terá que governar São Paulo, onde o lixo se acumula nas ruas

247 – A candidatura presidencial de João Doria Júnior pode ter morrido nesta terça-feira.
A pesquisa CNT/MDA divulgada nesta manhã, que apontou o crescimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a vitória dele em todos os cenários (leia aqui), também traz um efeito colateral: ela praticamente liquida a candidatura de Doria, o prefeito de São Paulo que praticamente abandonou o cargo para fazer campanha presidencial.
Doria vinha usando o argumento de que era mais competitivo do que seu padrinho Geraldo Alckmin para tentar tomar seu lugar.
No entanto, os dois tiveram percentuais praticamente idênticos: Alckmin, com 8,7%, e Doria, com 9,4%. Ou seja: ambos estão empatados, na margem de erro, o que significa que Alckmin, com a máquina tucana nas mãos, será o candidato – Doria, agora, terá que governar São Paulo, onde o lixo se acumula nas ruas.
Confira abaixo os cenários de primeiro e segundo turnos:
Com Alckmin: Lula 32,0%, Jair Bolsonaro 19,4%, Marina Silva 11,4%, Geraldo Alckmin 8,7%, Ciro Gomes 4,6%, Branco/Nulo 19,0%, Indecisos 4,9%.
Com Doria: Lula 32,7%, Jair Bolsonaro 18,4%, Marina Silva 12,0%, João Doria 9,4%, Ciro Gomes 5,2%, Branco/Nulo 17,6%, Indecisos 4,7%.
Lula versus Alckmin: Lula 40,6%, Geraldo Alckmin 23,2%, Branco/Nulo: 31,9%, Indecisos: 4,3%.
Lula versus Doria: Lula 41,6%, João Doria 25,2%, Branco/Nulo: 28,8%, 
Indecisos: 4,4%.

Bolsonaro versus Alckmin: Jair Bolsonaro 28,0%, Geraldo Alckmin 23,8%, Branco/Nulo: 40,6%, Indecisos: 7,6%.
Bolsonaro versus Doria: Jair Bolsonaro 28,5%, João Doria 23,9%, Branco/Nulo: 39,2%, Indecisos: 8,4%.
Image and video hosting by TinyPic

NOSSA PÁGINA

Contatos:
(084) 99212 - 7306
marconeptgeorgino@hotmail.com
Senador Georgino Avelino Minha Cidade
Informações 24/7