featured

RENAN AVISA: SENADO VAI OUVIR TRABALHADORES

abril 28, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
Ex-presidente do Congresso e atual líder do PMDB, o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) reconheceu a força da greve geral desta sexta-feira e disse que o Senado não vai aceitar a reforma trabalhista da forma como ela foi votada na Câmara dos Deputados; "uma discussão dessa importância, num momento de desemprego agudo como o atual, não pode ser votada de atropelo, na calada da noite", disse Renan ao 247; segundo ele, as paralisações desta sexta-feira foram muito fortes em todo o País, o que impõe a necessidade de diálogo; "nós vamos chamar os trabalhadores e cada uma das centrais sindicais para discutir todos os pontos da reforma", disse Renan; ele afirmou ainda que a experiência internacional demonstra que, onde houve retirada de direitos e garantias sociais, não se viu nenhum aumento significativo dos empregos; "ao contrário, só houve precarização"

Alagoas 247 – A greve geral desta sexta-feira 27, que paralisou escolas, bancos e transportes em todas as capitais do País, já produziu resultados práticos. A reforma trabalhista, que praticamente mata direitos consagrados na CLT, não será chancelada de forma automática pelo Senado. Quem avisa é o senador Renan Calheiros (PMDB-AL), líder do PMDB e ex-presidente da Casa.

"Uma discussão dessa importância, num momento de desemprego agudo como o atual, não pode ser votada de atropelo, na calada da noite", disse Renan ao 247.

Num discurso no Senado, na tarde de ontem, Renan afirmou que Michel Temer tenta fazer a reforma do "dá ou desce" – ou os empregados aceitam as condições impostas pelos patrões ou buscam outro emprego. "Isso é inaceitável".

Segundo ele, as paralisações desta sexta-feira foram muito fortes em todo o País, o que impõe a necessidade de diálogo. "Nós vamos chamar os trabalhadores e cada uma das centrais sindicais para discutir todos os pontos da reforma", disse ele.

Renan afirmou ainda que a experiência internacional demonstra que, onde houve retirada de direitos e garantias sociais, não se viu nenhum aumento significativo dos empregos. "Ao contrário, só houve precarização".
Image and video hosting by TinyPic
featured

Contra desmonte de Temer, até freiras aderem à greve geral

abril 28, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
"É isto aí, irmãs! O Papa Francisco se ver vai ficar orgulhoso de vocês. Igreja que saí às ruas! Será que alguém as chamou de vagabundas petralhas?????", postou "O Lembrador", em seu Facebook; greve geral contra o desmonte produzido por Michel Temer é a maior da história do País

Do Facebook de O Lembrador
É isto aí, irmãs! O Papa Francisco se ver vai ficar orgulhoso de vocês. Igreja que saí às ruas! Será que alguém as chamou de vagabundas petralhas?????
Image and video hosting by TinyPic
featured

Confira as mobilizações da Greve Geral em Natal nesta manhã

abril 28, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
A Greve Geral, marcada para esta sexta-feira (28) em todo o Brasil, começou com várias atividades durante a manhã na capital potiguar. Ocorreram paralisações das principais vias, caminhada, carreata e ato político-cultural. O dia todo será de luta contra as reformas da previdência e trabalhista e a terceirização. O ato principal unificado está marcado pras 15h, no cruzamento das avenidas Salgado Filho e Bernardo Vieira. Confira como foram as mobilizações até agora:

TRANCAÇO NA BR-101
Logo no início da manhã, manifestantes realizaram um “trancaço” na BR-101, em frente ao Carrefour, paralisando a via no sentido Parnamirim-Natal.
trancaço
CAMINHADA NA ZONA NORTE
A caminhada na Zona Norte de Natal teve início na rotatória do Parque dos Coqueiros e seguiu até a Urbana. O deputado estadual Fernando Mineiro (PT) participou da atividade e disse que hoje é um dia histórico. “O Brasil parou. Natal está parada. A população está nas ruas mostrando sua indignação e dando um basta neste ataque aos direitos. Várias categorias estão se mobilizando e dizendo claramente que é preciso reagir”. O padre Aldo Correia, administrador paroquial da área pastoral Santo Expedito, também esteve presente na caminhada e afirmou que a Igreja Católica se solidariza com a luta dos/as trabalhadores/as na defesa dos seus direitos.
zn-9
PARALISAÇÃO NA URBANA
Os manifestantes que estavam em caminhada na zona norte foram até a Urbana e se uniram aos trabalhadores do Sindlimp e Sintro. Mineiro participou também da atividade e afirmou que“esse transtorno momentâneo é para evitar o maior transtorno contra o Brasil que é a aprovação das reformas da previdência e trabalhista”.
urbana
CARREATA NA UFRN
No início da manhã, ocorreu uma caminhada do Núcleo de Educação da Infância (NEI) até o Centro de Convivência. A senadora Fátima Bezerra (PT) participou da atividade.
ufrn-1
ATO POLÍTICO-CULTURAL NA UFRN
Organizado pelo Adurn-Sindicato, a atividade contou com o show de Isaque Galvão.
whatsapp-image-2017-04-28-at-11-03-17
ABRAÇO AO TRT
Os juristas realizaram um ato simbólico de abraço ao TRT. A senadora Fátima Bezerra e a deputada Zenaide Maia estavam presentes.
whatsapp-image-2017-04-28-at-11-30-28
Image and video hosting by TinyPic
featured

CUT: HOJE QUEM GOVERNA É A CLASSE TRABALHADORA

abril 28, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
Central Única dos Trabalhadores (CUT) comemorou a forte adesão à greve geral desta sexta-feira, 28, que paralisa centenas de cidades pelo País contra as reformas trabalhista e da Previdência; "Hoje Temer não governa. Quem está governando todo o Brasil é a classe trabalhadora", disse a central, que transmite as manifestações pelo país em sua página; veja manifestações pelo País 

7 - A Central Única dos Trabalhadores (CUT) comemorou a forte adesão à greve geral desta sexta-feira, 28, que paralisa centenas de cidades pelo País contra as reformas trabalhista e da Previdência. 

"Hoje Temer não governa. Quem está governando todo o Brasil é a classe trabalhadora", disse a central, que transmite as manifestações pelo país em sua página na internet. 

Em São Paulo, no metrô Itaquera, diversas vans contratadas pela empresa de telemarketing Atento vieram buscar os trabalhadores, impedindo a adesão à greve. Uma funcionária da empresa afirmou que teve que pagar o táxi até o ponto de encontro do seu bolso. "Foram R$ 33, não sei se eles vão ressarcir, vou saber quando chegar lá. Quem não fosse ia ser descontado", afirmou a trabalhadora

Em Santa Rita, na Paraíba, trabalhadores fecharam a BR 230 na luta pelos direitos trabalhistas.
Tralhadores atingidos por barragens manifestam-se no centro da capital piauiense.
Trabalhadores e trabalhadoras urbanos e rurais, em Marituba, região metropolitana de Belém, bloqueiam o acesso a Alça Viária, um complexo de rodovias e pontes que ligam a capital ao interior do estado.
Paralisação ocorre agora em Porto do Pecém, litoral cearense:
Image and video hosting by TinyPic
featured

Jorge Motta concedeu entrevista ao Blog, após assumir vaga no Legislativo do município de Senador Georgino Avelino

abril 28, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
Nesta sexta-feira (28), o Vereador Jorge Motta, recentemente empossado ao Cargo no legislativo municipal de Senador Georgino Avelino/RN, concedeu entrevista ao Blog. Na oportunidade, relacionou diversos pontos interessantes na Cidadania Georginense. Confira entrevista completa:
Bom dia Vereador Jorge Motta! Como se sente nesse momento que assumiu o cargo parlamentar em nosso Município de Senador Georgino Avelino? 
J: Assumi temporariamente mas com grande alegria de poder trabalhar em prol de nossa população, acredito que nesse curto espaço de tempo poderei deixar marcas de um bom trabalho e mostrar aos meus eleitores que seu votos e sua confiança valeram a pena. 

O que o senhor achou da tentativa da câmara de não te dar a posse? 
J: Entendo que existe um grande temor por parte da situação em me deixar trabalhar, isso ficou claro desde a campanha quando nossos apoiadores relatavam que um dos principais objetivos do grupo azul era impedir a entrada de Jorge Motta na política municipal, relatavam frase assim "se não conseguir o voto pra nós pelo menos tire o voto de Jorge Motta, não podemos deixar esse cara entrar na política de Georgino". Sinceramente não entendo todo esse medo, sou uma pessoa simples e feita de "carne e osso" igual a todos daqui, tenho intensões claras de promover o desenvolvimento do nosso município e isso beneficia toda a população e não vejo motivo para essa perseguição.

Será que esse grupo não tem medo de você ser candidato a Prefeito na próxima eleição? 
J: Minha intensão nunca foi essa, acredito que em tudo que se faz na vida só colhemos o que plantamos, e em quatro anos como Vereador não creio que tenhamos apoio popular suficiente para chegar ao cargo de Prefeito. Além disso tenho outros planos para o futuro que me impedem de aceitar um desafio dessa importância.

Como você foi recebido na câmara municipal? houve insatisfação ou algo parecido? 
J: De maneira alguma, fui muito bem recebido, muito bem tratado por aliados e adversários, inclusive parabenizei a bancada da prefeita pela acolhida.

O que te levou a ser candidato em Georgino?
J: Marcone, minha família tem grande tradição na política do Rio Grande do Norte, meu avô foi Vereador em Natal quando este cargo nem remunerado era, meus tios foram políticos, Tio Clóvis foi o mais importante deles sendo Deputado Estadual, Deputado Federal e Vice-Governador e isso sempre me atraiu, no entanto eu sempre fui e sou contra o cidadão virar político profissional e viver exclusivamente de mandatos, acho isso perigoso pois pode comprometer sua ética. Fui convidado por meu primo o Deputado Ricardo Motta a concorrer e ele me sugeriu que disputasse a vaga deixada pelo seu filho Rafael Motta na câmara municipal de Natal onde obteve votação para eleger três vereadores e dispunha de muitos apoiadores. Minha resposta foi a seguinte "agradeço a confiança mas só entrarei na política se for em um lugar que amo profundamente e onde meu trabalho se torne uma coisa prazerosa, tenho um caso de amor pelo município de Senador Georgino Avelino e só entro se for lá", e assim começou. 

Mas você já frequentava nosso município á muito tempo? 
J: Sim, inclusive desde que voltei do Recife onde morei 5 anos, no ano de 1997, comemorei meu aniversário no Bar da Ostra, e a partir daí frequento o município constantemente, vinha sempre ao Siri Cascudo, um bar que funcionava no mangue, vinha pescar na laguna de Guaraíras e fazer trilhas pelas dunas de Malembá, mas a aproximadamente dois anos montei acampamento de verdade.

Quais os seus planos para desenvolver o município? 
J: Qualquer lugar só se desenvolve através da educação, isso é incontestável. Pretendo criar um "ciclo virtuoso" com base na educação. 

Mas como assim? Pode dar um exemplo? 
J: Vou te dar um exemplo das ações relacionadas ao cultivo de camarões: pretendemos capacitar funcionários das fazendas de camarão e cidadãos Georginenses (Georgino e Carnaúba) através de cursos rápidos que os deixa aptos a trabalhar nos viveiros e até na indústria de beneficiamento. Através da UFRN traremos aos donos das fazendas as novas tecnologias de cultivo, onde se consegue multiplicar a produção dos viveiros em até 10 vezes. Mais produção, mais dinheiro para o criador, rapidamente se multiplicam as vagas de emprego e os alunos treinados inicialmente agora estão empregados, este é o primeiro ciclo de empregos. Circulando mais dinheiro os viveiros precisam de reformas para se adequar ao novo modelo de produção e assim se estimula a construção civil empregando outra leva de pessoas do município e vem o segundo ciclo de empregos. Todos esses empregos gerados alimentam a economia local, porque o cidadão empregado compra mais no comércio, passa a construir ou reformar sua casa, e aí vem a terceira onda de empregos. Isso foi só um dos exemplos, imagine quando conseguirmos ativar a produção de frutas e verduras, o turismo e o artesanato. 

Existem outras formas de fortalecer a renda dos moradores? 
J: Existem sim, outra grande fonte de fortalecimento municipal é a geração de empregos na área de serviços. Pretendo propor uma Lei que atraia as empresas de serviço ao município, mesmo que elas prestem seus serviços na Capital. Isso foi feito no passado aqui na região, lembro bem do caso de Monte Alegre, quando uma empresa de vigilância se instalou lá e empregou uma grande quantidade de pessoas, os vigilantes trabalhavam um dia em Natal e folgavam outro, assim não saiam do município e incrementaram a economia local, a cidade cresceu e virou um modelo de desenvolvimento regional. 

Quais suas ações na primeira sessão legislativa? 
J: Na primeira oportunidade já deixei claro que estou Vereador para lutar pelo povo e que votarei sempre pela minha consciência independente de grupo político, ou seja, não serei contra nada que seja bom para a população. Votamos alguns projetos de autoria da bancada da prefeita, aprovamos por entender que são muito positivos para a população. Apoiamos a moção de repúdio proposta pelo Vereador Elias relativa a um triste episódio ocorrido num campeonato de futebol. Parabenizamos os Policiais pelo seu dia comemorado em 21 de abril passado. Nos colocamos a disposição do Vereador Marcos Sena para apoiar seu projeto de combate as drogas nas escolas e para tal traremos a Georgino pessoas do PROERD da Polícia Militar para uma troca de experiências. Diante do problema no transporte de estudantes colocamos a disposição do município o Deputado Rafael Motta para tentar junto ao MEC a liberação de um ônibus novo. Aproveitamos para tornar público nosso esforço em trazer cursos de capacitação profissional para o município. 

E você conseguiu algum curso? 
J: Sim, já temos 10 cursos com início em maio próximo, e estamos assegurando ainda um evento chamado "Bem Viver" que promove a prevenção do câncer de útero nas mulheres e de próstata nos homens. Aproveitei para pedir apoio da prefeitura ao líder Marcos Sena e à presidente da câmara, lembrando que são ações em prol da população e a Prefeitura deve fazer a sua parte independente de grupo político. 

Tem alguma ação visando ocupar ou capacitar os jovens? 
J: Temos sim, isso é uma preocupação frequente, e com apoio da Vereadora Professora Maria iniciaremos no mês de maio um cursinho preparatório para os alunos que concluíram o ensino médio, para que possam ingressar na universidade ou em cursos técnicos. As aulas ocorrerão em georgino e em carnaúba, nos sábados pela manhã e serão inteiramente gratuitas. Logo que tenhamos definidos os locais iniciaremos uma campanha de divulgação. 

Algum comentário final?
J: Gostaria de parabenizar nossa bancada pela atuação, Maria, Valdemar, Valdir e Elias tem feito um grande trabalho, cada um com sua experiência tem honrado os votos recebidos e mostrado muita seriedade e competência. Jorge Motta, agradecemos sua entrevista e torcemos que sua participação seja realmente positiva para a população de Georgino e Carnaúba.
Image and video hosting by TinyPic
featured

"A impressão que tenho é que a prefeita ainda não sentou na cadeira de prefeita" Afirma Médico e Escritor Epitácio de Andrade Filho em entrevista ao Blog

abril 28, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
Nesta quinta-feira (27), entrevistamos o Escritor e Médico Psiquiatra Epitácio de Andrade Filho, onde nos esclareceu diversos pontos, relacionados a Cidadania Georginense. Epitácio de Andrade Filho, médico, intelectual, que conhece bem o município de Senador Georgino Avelino, nos destacou ainda, diversas soluções para algumas situações na cidade.

Em entrevista, Epitácio, nos respondeu, como ele ver hoje o município, qual seria o principal desafio, e qual a principal solução na cidade. Em relação á Administração Pública, o Médico nos afirmou "A impressão que tenho é que a prefeita ainda não sentou na cadeira de prefeita, parece que a gestão não começou".
Confira entrevista completa abaixo:

COMO O SR. VER HOJE O MUNICÍPIO DE SENADOR GEORGINO AVELINO?
Um município belíssimo, com muitas potencialidades que não estão voltadas para o seu desenvolvimento sustentável.

EM SUA OPINIÃO, QUAL O PRINCIPAL DESAFIO QUE O MUNICÍPIO ENFRENTA HOJE, E QUAL SERIA A PRINCIPAL SOLUÇÃO?
Acredito que o principal problema do município é a falta de saneamento básico, a solução passa pelo processo de conscientização da população, para isso seria necessário a prefeitura dispor de uma competente Assessoria de Comunicação para fomentar e organizar o debate na sociedade Georginense, o que não está ocorrendo no momento.

MAIS DE 100 DIAS DE GOVERNO DA ATUAL GESTÃO DO MUNICÍPIO, EM SEU PONTO DE VISTA, O QUE MUDOU DURANTE ESSE TEMPO DE NOVA GESTÃO?
A impressão que tenho é que a prefeita ainda não sentou na cadeira de prefeita, parece que a gestão não começou, e olhe que a gestão anterior foi fraquíssima foi uma gestão familiar, onde quem mandava era a primeira-dama, autoritariamente.

COMO O SR. VER A CULTURA DO MUNICÍPIO?
Abandonada, a gestão anterior deixou a banda de música desativada, um dos maiores atrativos da cultura potiguar, a marujada, está esquecida, as cantoras dramáticas Marilu e dona Irene, com 94 anos, sequer uma homenagem o município lhes presta.

SABEMOS QUE AS DROGAS É UM DOS PRINCIPAIS PROBLEMAS DA SOCIEDADE. EM SUA OPINIÃO, QUAL SERIA A SOLUÇÃO PARA AMENIZAR ESTA SITUAÇÃO QUE AFETA TAMBÉM O MUNICÍPIO DE GEORGINO AVELINO?
A questão das drogas psicoativas ilegais não é um problema de grande magnitude em Senador Georgino Avelino. Neste campo, no município o grande problema ainda é o alcoolismo.

COMO O PODER PÚBLICO PODE CONTRIBUIR PARA UMA PREVENÇÃO A ESSES DOIS PROBLEMAS?
Em Senador Georgino Avelino, poderia começar com a reorganização do programa de saúde mental, criado em 1997, que a gestão anterior desarticulou.

MAS, O SR. FOI MÉDICO NA CIDADE NESTA ÁREA, NESTE PERÍODO O SR. ESTAVA AQUI PELO MUNICÍPIO?
Meu pára-quedas aterrissou em Senador Georgino Avelino, exatamente no ano de 1997. Desde então trabalho no município, com ou sem salário.

EM SUA OPINIÃO O QUE PODERIA SER FEITO NO MUNICÍPIO PARA UM RESGATE CULTURAL?
O dia 20 de janeiro, nascimento do mestre Sebastião Paulino, deveria ser municipalizado como dia do Folclore local, e neste dia anualmente ser realizado um evento de âmbito estadual, a criação de um museu seria de grande importância para esse resgate.

UM MUSEU NA CIDADE SERIA UMA FORMA DE ATRAIR TAMBÉM TURISTAS DE DIVERSAS LOCALIDADES? PARA ASSIM CONHECER MELHOR O NOSSO MUNICÍPIO?
Hoje o município tem um tipo de turismo  conhecido como turismo visual, onde o turista vem ao município fotografa nossas belezas e vai embora, esse tipo de turismo deixa muito pouca renda para o município. Na verdade, Senador Georgino Avelino, ainda não tem turismo, porque o que caracteriza o turismo é a pernoite, e Georgino Avelino ainda não tem infra-estrutura de hospedagem.

DIRECIONANDO O TEMA PARA A AGRICULTURA; COMO O SR. VER HOJE A CLASSE AGRÍCOLA DO MUNICÍPIO?
Acho que a grande vocação agrícola de Georgino seja a cultura do coco, sendo o tirador de coco, um trabalhador sub-valorizado e sem apoio; acredito que a criação do SINTRAF (Sindicato dos trabalhadores da agricultura familiar) traria muitos benefícios para o município.

COMO O SR. VER HOJE A PESCA DO NOSSO MUNICÍPIO?
O município poderia incrementar o setor pesqueiro, através do incentivo para a fabricação de pequenas embarcações (canoas) e da realização do festival da Ostra e da festa da Tainha. O pescado, por meio de um programa de compra direta deveria fazer parte do cardápio da merenda escolar.

HOJE TEMOS DIVERSOS CATADORES DE CRUSTÁCEOS NO MUNICÍPIO, E ESSES CRUSTÁCEOS ESTÃO SENDO COMERCIALIZADOS POR PREÇOS MUITO ABAIXO DOS VALORES QUE DEVERIAM SER COMERCIALIZADOS, POR NÃO TER UMA INSTITUIÇÃO QUE COMPRE AOS MARISQUEIROS, VALORIZANDO ASSIM O PREÇO IDEAL.

 COMO O SR. VER ESTA SITUAÇÃO E COMO O PODER PUBLICO PODERIA AJUDAR A ESSES PESCADORES?
O papel desenvolvido pelas mulheres é de fundamental importância para a preservação da área de proteção ambiental Bonfim-Guaraíras, a capacitação e a formação de cooperativas de mulheres para beneficiamento dos moluscos (Sururu, Unha-de-velho) e do camarão, permitindo a criação de produtos como o hambúrguer de sururu, possibilita a agregação de valor ao produto final, melhorando a renda dos/as trabalhadores da pesca. 

Foto: Via Facebook
Image and video hosting by TinyPic
featured

Nepotismo leva juiz a suspender nomeação de secretários

abril 27, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
O juiz substituto Eduardo Neri Negreiros da Vara Cível da Comarca de Apodi/RN concedeu, nesta quarta-feira (26), uma liminar suspendendo as nomeações da Secretária Municipal de Desenvolvimento e Assistência Social Maria Goreti da Silveira Pinto (mãe do atual prefeito da cidade, Alan Silveira-PMDB), da Secretária Municipal da Mulher e da Igualdade Racial Dagmar Suassuna da Silva (mãe do vereador Ângelo Suassuna-SD) e do Secretário Municipal de Urbanismo e Transporte Wellington Carlos Gama (sobrinho do vereador Bebé Gama-PT do B).

A decisão é referente a uma Ação Popular de autoria dos vereadores que formam a bancada de oposição à gestão do prefeito Alan Silveira na Câmara Municipal, os quais alegaram que as nomeações acima mencionadas caracterizariam Violação aos Princípios Administrativos, o que foi acatado pelo magistrado que concedeu a liminar.
Em tempo
No ano 2016, o vereador Ângelo Suassuna, que agora tem sua mãe afastada da gestão do prefeito Alan Silveira, criou e a Câmara Municipal de Apodi aprovou a chamada Lei do Nepotismo, a qual atualmente impede a nomeação de parentes para assumir cargos públicos por indicação do prefeito ou de seus pares.
Fonte: Blog do Carlos Santos
Image and video hosting by TinyPic

A entrevista de Lula ao SBT na íntegra: “Quero ser candidato”

abril 27, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
Resultado de imagem para A entrevista de Lula ao SBT na íntegra: “Quero ser candidato”
“Na situação em que estamos, eu quero ser candidato a presidente. Porque, sem nenhuma falsa de modéstia, as pessoas sabem que eu sei como consertar este país”, afirmou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em entrevista ao jornalista Kennedy Alencar exibida na quarta-feira (26) pelo SBT.

Durante a conversa de cerca de 50 minutos exibida em dois jornalísticos da emissora, Lula falou sobre sua pretensão de se candidatar à Presidência da República e garantiu que não surgirá nenhum impedimento jurídico que possa tirá-lo da disputa.

“Eu vou ter condições jurídicas de ser candidato, não há nenhuma razão jurídica para eu não ser candidato. (Na hipótese de ser artificialmente criado um impedimento jurídico), seria melhor dizer: ‘vamos dar um segundo golpe neste país e não fazer eleição em 2018’”, afirmou, reafirmando sua inocência em todas as acusações que sofre no âmbito da Operação Lava Jato e na Justiça Federal de Brasília.

Sua principal motivação para disputar as eleições de 2018, segundo contou ao jornalista, é o povo brasileiro que sabe que ele pode resgatar o país do desmonte promovido pelo atual governo.

“Já fizemos isso uma vez. Quer resolver o problema do país? Vamos incluir os pobres no Orçamento, e não fazer o que estão fazendo agora, todas as medidas para sair da crise envolvem apertar o cinto dos pobres e favorecer os ricos”. Para o ex-presidente, a União precisa ser o motor de arranque da economia promovendo investimentos e não tirando direitos.
Lula respondeu a todas as questões levantadas pelo jornalista sobre a Lava Jato. Questionado sobre seu depoimento, remarcado pelo juiz da 13ª Vara Federal de Curitiba, Sérgio Moro, para o próximo dia 10 de maio, Lula defendeu que a oitiva seja transmitida ao vivo para evitar os já recorrentes vazamentos seletivos.

“Eu quero ficar frente a frente com os meus acusadores. Você (dirigindo-se ao jornalista Kennedy Alencar) poderia fazer um favor para mim? Enviar uma carta para o Moro pedindo que meu depoimento seja aberto para a imprensa? Para não ficar subordinado ao vazamento. Já que é para vazar, vamos fazer um depoimento aberto, ninguém esconde nada”, pediu Lula.

Segundo ele, o depoimento é uma oportunidade que terá de falar a verdade e se explicar à sociedade após três anos sendo “massacrado” pela mídia perante a opinião pública.
Resultado de imagem para A entrevista de Lula ao SBT na íntegra: “Quero ser candidato”
“O grande problema da Lava Jato é que eles se subordinaram aos meios de comunicação para obter sucesso. E, agora, isso não pode agora acabar com manchete inocentando o Lula, porque eles me acusam há três anos. Eles sabem que não vão encontrar nada contra mim, mas estão fazendo o que podem fazer para evitar minha candidatura (à presidência da República).”

Sobre o fato de Moro ter proferido decisão obrigando-o a comparecer ao depoimento das 87 testemunhas que seus advogados elencaram para o processo, só para depois voltar atrás dizendo que pode rever a decisão se for reduzido o número de depoentes, Lula foi taxativo: “Nós chamamos quem achamos importante para exercer meu direito de defesa. Não tem barganha. Se precisar, eu me mudo para Curitiba para comparecer às audiências. Não deixaremos de ouvir quem consideramos importante.”
Já a respeito de depoimentos de executivos que se encontram presos e que eventualmente alegam que Lula seria o proprietário oculto do apartamento triplex em um condomínio no Guarujá, ele disse: “O MPF (Ministério Público Federal) começou mentindo e continua mentindo. Para provar que sou proprietário, tem que ter recibo, registro em cartório, uma escritura. Se eu não paguei, não tenho chave, se a empresa dá o apartamento como garantia de vários empréstimos que efetua, então o apartamento não pode ser meu! A mesma coisa com a chácara (de Atibaia): se eles sabem que tem dono, se investigaram tudo, e agora não sabem como sair da mentira, o problema não é meu, é deles!”

Lula fez um balanço a respeito da Lava Jato, destacando que há, sim, aspectos positivos na operação: “A Lava Jato tem méritos na medida em que está apurando a corrupção. O problema é que o juiz Moro subordinou o sucesso da apuração à criminalização das pessoas na opinião pública, através da imprensa”.

E completou: “Quem sabe das coisas primeiro não são os advogados de defesa, quem sabe primeiro é a imprensa, que execra as pessoas e facilita o trabalho de condenação. Isso eu condeno. Se um juiz precisa que a imprensa condene publicamente para ele ter razão, então precisamos rever o papel do Judiciário”.
Resultado de imagem para A entrevista de Lula ao SBT na íntegra: “Quero ser candidato”
Lula respondeu também sobre as palestras que realizou após deixar o cargo de presidente da República, e da acusação de que elas seriam uma forma de pagamento de vantagens ilícitas a ele. “Quando deixei a Presidência, fui chamado por muitas empresas para ser consultor. O PT me registrou como funcionário e eu recusei um salário de R$ 23 mil. Quando comecei a palestrar, recebi propostas dos empresários que tinham trabalhado para líderes mundiais como do Gordon Brown e Bill Clinton. Fiz 72 palestras, para banco, empresa de automóvel, construtora, tem tudo. Eu era um conferencista caro porque deixei a presidência em 2010 sendo o presidente da República mais bem sucedido do século 21. Não é ufanismo, mas é preciso ter orgulho disso, enquanto brasileiro.”

Eleições 2018

O jornalista perguntou também a respeito dos eventuais opositores de Lula em uma eventual eleição em 2018, especificamente do prefeito de São paulo, João Doria (PSDB), que vem fazendo críticas públicas e gratuitas ao ex-presidente.

“Doria está querendo seus cinco minutos de glória, que eu responda a suas críticas. Mas ele precisa vencer os obstáculos de governar São Paulo, o que não se faz com pirotecnias.”

Ainda sobre os adversários que espera enfrentar em 2018, Lula afirmou: “Eu quero enfrentar o candidato dos banqueiros, que ao mesmo tempo seja candidato da Rede Globo. Eu duvido que algum setor da economia ganhou mais dinheiro que ganhou no meu tempo de governo, dos mais humildes trabalhadores aposentados aos maiores empresários. Poucas vezes este país teve um presidente que transitava em todos os setores da sociedade, promovendo a conciliação. É isso que quero trazer de volta”, concluiu.

Da Redação da Agência PT 
Image and video hosting by TinyPic
featured

Assista ao momento de juramento do Vereador empossado Jorge Motta

abril 26, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
Após ser empossado o 1º suplente, e agora Vereador, Jorge Motta, fez seu juramento durante sessão na Câmara municipal de Vereadores de Senador Georgino Avelino/RN.
Jorge Motta, assumiu a vaga da Vereadora Maria da Conceição, após um pedido de licenciamento da vereadora, por um período de 30 dias.
Image and video hosting by TinyPic
featured gallery Notícias

1º suplente, Jorge Motta tomou posse na CM de Georgino Avelino

abril 26, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade
Na manhã desta quarta-feira (26/04), tomou posse no Palácio da Câmara municipal de Vereadores de Senador Georgino Avelino/RN, o Vereador Jorge Motta da Rocha. A posse, feita durante a manhã na Câmara municipal, ocorreu antes da sessão ordinária. Jorge Motta que é 1º suplente no município, assumiu a cadeira de Vereador no município, durante um período de licença da Vereadora Maria da Conceição.
A sessão de Posse, foi presidida pela Mesa Diretora da Câmara municipal na pessoa da Vereadora e Presidente Roseli Maria da Costa. Após, o Vereador Jorge Motta, fez juramento, e assim, em continuidade, participou dos trabalhos, junto com os demais vereadores do município.
Momento de juramento do Vereador Empossado Jorge Motta
Plenário da Câmara Municipal
Vereador Empossado Jorge Motta durnate a Sessão Ordinária
Plenário da Câmara
Vereadores durante a sessão.
Image and video hosting by TinyPic

NOSSA PÁGINA

Formulário de contato