Policiais paralisam atividades por 24h por causa de atrasos salariais no RN

outubro 18, 2016Senador Georgino Avelino Minha Cidade

Em caminhada, servidores saíram da sede do Sinpol e foram protestar em frente à Assembleia Legislativa (Foto: Divulgação/Sinpol-RN)
Delegados, agentes e escrivães da Polícia Civil do Rio Grande do Norte, além de servidores da Secretaria de Segurança Pública e funcionários do Instituto Técnico de Perícia (Itep) paralisam as atividades por 24 horas nesta terça-feira (18) no estado. A parada é um protesto contra os atrasos de salários por parte do Governo do Estado. Até esta terça-feira (17), o governo não pagou os salários do mês de setembro dos servidores que recebem acima de R$ 5 mil.
De acordo com o Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Segurança Pública do Rio Grande do Norte (Sinpol/RN), com a paralisação de 24 horas, apenas as Delegacias de Plantão estarão funcionando em Natal. No interior, as delegacias regionais também vão funcionar. Já no Itep e na Secretaria de Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), serão mantidos apenas os serviços essenciais.

A Associação dos Delegados de Polícia Civil do RN (Adepol) quer, além do pagamentos dos salários de setembro, que o governo apresente um planejamento para o pagamento nos próximos meses. "Os servidores não estão obrigados a trabalharem arriscando suas vidas sem sequer saberem o dia que receberão pagamento", afirmou, em nota, a associação.
Por volta das 10h30, após uma caminhada, agentes da segurança pública se reuniram em frente a Assembleia Legislativa para reivindicar o pagamento em dia dos salários.

Na sexta-feira passada (14), as categorias se reuniram na Governadoria, no Centro Administrativo do Estado, e realizaram um ato público contra os atrasos nos salários. Os servidores chegaram a interditar uma via da BR-101 por alguns minutos.

Image and video hosting by TinyPic

You Might Also Like

0 comentários

NOSSA PÁGINA

Formulário de contato