Em Natal, cesta básica fica mais barata pelo quarto mês seguido

fevereiro 06, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade

Resultado de imagem para produce
Em Natal, a cesta básica custou R$ 349,61 em janeiro, aponta levantamento do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese). A cesta ficou ligeiramente mais barata (-0,67%) em relação a dezembro do ano passado. Natal tem o terceiro menor preço entre as capitais brasileiras, perdendo apenas para Rio Branco e Recife.
Pelo segundo mês consecutivo, o feijão carioquinha teve a maior queda no preço (-15,02%), compensando em parte a alta acumulada nos últimos 12 meses (23,32%). Também ficaram mais baratos o leite integral longa vida (-1,80%), a farinha de mandioca (-1,42%), o açúcar cristal (-0,65%) e o arroz agulhinha (-0,34%).
Todos os outros produtos ficaram mais caros: o óleo de soja, em 10,78%; a manteiga, em 2,46%; a banana, em 2,01%; o café em pó, em 1,37%; a carne bovina de primeira, em 1,37%; o pão francês, em 0,25%; e o tomate, em 0,38%. Este último foi o único dos 12 produtos pesquisados a cair de preço nos últimos 12 meses (-41,72%).
Tempo de trabalho e salário
Considerando o salário mínimo atual, de R$ 937,00, os natalenses tiveram que trabalhar 82 horas e 5 minutos e gastar 40,56% do salário para comprar o conjunto dos alimentos básicos no mês pesquisado. O tempo e o percentual são menores do que os de dezembro (87 horas e 59 minutos, 43,47%), mas maiores do que os de janeiro do ano passado (82 horas e 18 minutos, 40,66%).

Image and video hosting by TinyPic

You Might Also Like

0 comentários

NOSSA PÁGINA

Formulário de contato