Senador Georgino Avelino: Folha salarial da prefeitura municipal ultrapassa R$ 700 mil

maio 08, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade

A Prefeitura municipal de Senador Georgino Avelino, na região Agreste Potiguar, ultrapassou os valores de R$ 700 mil em sua folha salarial. A prefeitura neste mês de abril/2017 possui atualmente 368 servidores ativos, entre eles cargos efetivos, comissionados e contratados. Se compararmos a folha salarial nos meses de março e abril, teremos um aumento equivalente a mais que R$ 43 mil reais. A folha do mês de março foi de R$ 657.707,42, já do mês de abril; R$ 700.986,34.

Diante de uma crise política e econômica sem precedentes na história do Brasil, é sensato fazer uma reflexão sobre as diferenças existentes entre as várias classes de trabalhadores de todos os setores produtivos em relação aos servidores públicos das esferas de poder municipal. Todos são trabalhadores, porém vivem em realidades completamente diferenciadas.

As desigualdades chegam a ser revoltantes em termos de benefícios, que somente é concedido pelo setor público. Porém, essas questões incomodam da mesma forma que o “inchaço” de pessoal existente na máquina pública e ainda assim, muitas vezes, para prestar serviços de baixa qualidade.

Para referendar estas afirmações, vamos fazer uma análise com base somente na realidade do município de Georgino Avelino.

Enquanto a prefeitura municipal gasta 700 mil em uma folha salarial, os estudantes da cidade ficam à mercê por falta de transporte escolar, somente durante a últimas semanas os alunos da rede fundamental em Georgino Avelino, chegaram de certa forma a irem e voltarem das aulas caminhando, mesmo que durante o dia fosse chovendo ou ensolarado por falta de transporte.


Ainda temos outra situação que nos deixa uma curiosidade. Em conversa, alguns funcionários do poder público municipal neste domingo (07) nos afirmaram que até a sexta-feira não teriam recebido seus salários.

Temos os alunos que participam de curso em Natal, onde, somente na semana passada passaram por um grande constrangimento, quando o transporte escolar que faz a deslocação dos Alunos e até mesmo dos próprios Universitários quebra em uma das principais Avenidas da Capital Potiguar, segundo relato de um pai ao Blog "Os alunos retornaram do curso somente durante a tarde". A merenda escolar, chega também a ser uma das dificuldades, em oportunidades os alunos foram liberados antes do horário previsto devido a falta de merendas, uma dificuldade para os alunos, que de certa forma vão a escola para benefício de aprendizado, e são liberados muito antes do horário previsto, sem falar que em oportunidades, foram servidos aos próprios alunos em merenda; somente uma Laranja e uma Banana.

Os alunos que estudam a noite, passam também por uma dificuldade, sendo transportados em Kombi, que contabiliza por volta de 04 a 05 viagens, ida e volta, devido a falta do transporte escolar. Seria de menos custo para a prefeitura municipal contratar um transporte para a condução dos alunos, garantindo mais conforto e segurança, já que muitas vezes a superlotação na Kombi, faz com que parte dos alunos venham em pé, ou até mesmo no colo dos próximos.

Temos a baixa prestação de serviços no município, apesar que temos a participação de funcionários que não tem serventia para o município, a não ser causar inchaço na folha de pagamentos. Todos os órgãos superlotados de funcionários, servindo apenas de Cabide de empregos. O que muitos falavam da gestão anterior, ultrapassa na atual, e com isso a população é quem está sofrendo, por falta de políticas públicas voltadas para o povo. Pouco mais de quatro meses de Governo, oque esperamos e torcemos é para que a atual gestão coloque os pés no chão, passando a administrar para toda população e não atendendo somente aos seus interesses ou até mesmo dos seus correligionários que aos poucos estão sendo beneficiados, causando prejuízos para a população Georginense, que hoje não tem uma saúde adequada, sem falar em outros setores.

Repetindo, já estamos a pouco mais de quatro meses da atual gestão, assistindo capítulos duvidosos de um governo que parece não ter limites em onerar a sua folha de pagamentos, praticamente todos os dias no diário oficial dos municípios (FEMURN) tem portarias de nomeações e para piorar a maioria das contratações são por favorecimentos políticos. Esta nova administração, que já teve duas cotas de FPM zerado nos últimos dois meses, se comparamos os repasses do ano passado em relação ao deste ano os valores deste ano até o presente momento tem sido muito acima, mas o “inchaço” na folha de pagamento tem feito com que a municipalidade não consiga cumprir com suas obrigações sociais, com isso tem zerado as suas primeiras cotas de repasse do (FPM) fundo de participação dos Municípios, toda e qualquer gestão pública sabe que não tem como fugir das responsabilidades fiscais, por isso deve fazer uma gestão financeira equilibrada com responsabilidade econômica.

Outro fato curioso, é  o que está acontecendo com a Coleta do Lixo no município, que até pouco tempo estava sendo realizada por um transporte contratado, mas, ultimamente está sendo realizada por um transporte público. Se o município tem um transporte contratado para a realização da coleta, por que será que o transporte público está realizando esta função?
Acesse a Folha de Pagamentos

Image and video hosting by TinyPic

You Might Also Like

0 comentários

Contatos:
(084) 99212 - 7306
marconeptgeorgino@hotmail.com
Senador Georgino Avelino Minha Cidade
Informações 24/7