Corpos de mortos em Alcaçuz foram liberados para as famílias sem cabeça

janeiro 20, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade

Ao todo, até o momento, Itep já recolheu corpos de 26 presos em Alcaçuz (Foto: Divulgação/PM)
As decapitações e esquartejamentos de presos durante a rebelião registrada no último sábado (14), em Alcaçuz, dificultaram a identificação dos corpos no Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep) e alguns desses corpos foram liberados para as famílias sem cabeça.

Isso aconteceu porque, após os exames de necropapiloscopia feitos no ITEP, através das digitais das vítimas, os corpos foram oficialmente identificados, mas alguns familiares não reconheceram nenhuma das cabeças que foram recolhidas pelos peritos em Alcaçuz.

A diretoria do Itep confirmou, através da assessoria de imprensa, que quatro corpos foram liberados sem cabeça, mas que isso aconteceu devido às solicitações dos próprios familiares das vítimas.

Até a tarde desta quinta-feira, o Itep afirma que 19 corpos foram identificados.

Confira os nomes dos presos que já foram identificados até agora:

Carlos Cleyton Paixão;
Francisco Adriano Morais dos Santos;
Anderson Matheus Félix dos Santos;
Tarcisio Bernardino da Silva;
Antonio Barbosa do Nascimento Neto;
Jefferson Souza dos Santos;
Jefferson Pedroza Cardoso;
Anderson Barbalho da Silva;
George Santos de Lima;
Diego de Melo Ferreira;
Luiz Carlos da Costa;
Eduardo Reis;
Charmon Chagas da Silva;
Diego Felipe Pereira;
Lenílson de Oliveira Pereira da Silva;
Marlon Pietro do Nascimento;
Cícero Israel de Santana;
Felipe René Silva de Oliveira;
Willian Andrei Santos de Lima.

No último final de semana, 26 pessoas morreram em uma rebelião - nesta quinta, houve outro confronto entre as facções, também com mortes, mas o número de vítimas não foi informado. Segundo a PM, os presos "estão armados e se matando".

Image and video hosting by TinyPic

You Might Also Like

0 comentários

Contatos:
(084) 99212 - 7306
marconeptgeorgino@hotmail.com
Senador Georgino Avelino Minha Cidade
Informações 24/7