BLOG SENADOR GEORGINO AVELINO MINHA CIDADE DIVULGA NOTA DE REPÚDIO

fevereiro 03, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade

A verdade incomoda á muitos, por isso tem necessidade de falar. O cidadão tem o direito de ficar informado e ter condições de formar opinião.

O Blog Senador Georgino Avelino Minha Cidade, completa em março de 2017, seis anos de compromisso com a informação com os leitores Georginenses e com internautas de diversas cidades e regiões. Nosso blog, é um veículo de comunicação sério, pautado pela verdade, ética, transparência, e respeito aos seus leitores. Somos lidos por mais de trinta e cinco mil internautas todos os mêses, e os números, apontam crescimento de acessos, compartilhamentos e comentários na rede nacional de computadores. Uma reportagem nunca é publicada sem apuração de dados completos e checagem de todos os lados envolvidos. O direito de ouvir todas as pessoas envolvidas da notícia é uma prioridade.

Por isso, repudiamos veementemente qualquer tentativa de censura, manipulação, omissão da verdade, apenas para esconder, mascarar informações, feitas por instituições públicas e privadas, ou como forma de difamar, iludir ou propagar ódio, violência, repulsa e até indignação social contra o blog Senador Georgino Avelino Minha Cidade.

ENTENDA A NOTA: Nesta sexta-feira 03 de fevereiro de 2017, este blog publicou uma reportagem que tem como título "Lixo público ainda é um problema para o município de Senador Georgino Avelino/RN". Com isto, durante o dia desta sexta, nosso blog virou motivo de xingamentos por parte de pessoas, que tentam a todo momento denegrir a imagem de um meio de comunicação que trás a verdade ao leitor e internauta, em vez de esconder os fatos que realmente acontece no município.

Atitudes como estas de denegrir a imagem de um meio de comunicação, não nos atinge, pois sabemos da importância que temos em levar ao Internauta o compromisso de uma informação com veracidade, e com provas de nossas reportagens que publicamos. Não é com comentários de baixos escalões que nosso blog irá acuar, principalmente por parte de comentários fajutas de pessoas que lêem nossas postagens como se fosse de modo passional.
Alertamos aqui aos caros internautas que estão se incomodando com nossas postagens publicadas, que a Liberdade de Imprensa, é para todos, e no município de Senador Georgino Avelino, não estamos em uma ditadura, para publicarmos apenas postagens em favor de políticos do município. Como já citamos, temos um compromisso levado a sério que é o compromisso levando a informação com veracidade a todos leitores e internautas.

E por último reafirmamos que não vamos nos calar, intimidar com as tentativas de macular nossa imagem e de nossos profissionais, por meio das várias tentativas de destruir nossa biografia e reputação em iniciativas adotadas por pessoas e até mesmo em vários casos, pessoas são pagas para difamar um meio de comunicação.

Ao cidadão Georginense e potiguar reafirmamos que não nos curvaremos aos coronéis e ditadores. A verdade com justiça será sempre nossa prioridade.

A Constituição de 1988 reservou um capítulo específico para a comunicação social (arts. 220 a 224). Ele trata de temas relevantes para a sociedade, ao disciplinar a liberdade de expressão, a liberdade de imprensa, a censura, a propriedade das empresas jornalísticas e a livre concorrência.

Nesse contexto, a Constituição assegurou a mais ampla liberdade de manifestação do pensamento (arts. 5º, inciso IV e 220). No que tange especificamente à liberdade de imprensa, a Constituição é expressa: “nenhuma lei conterá dispositivo que possa constituir embaraço à plena liberdade de informação jornalística em qualquer veículo de comunicação social, observado o disposto no art. 5º, incisos IV, V, X, XIII e XIV” (art. 220, § 1º).

Registre-se que a liberdade de imprensa e a Democracia encontram-se em posição de reciprocidade. Onde houver liberdade de imprensa, haverá espaço favorável para o exercício e a consolidação do regime democrático. Ao reverso, onde estiver estabelecido um regime democrático, ali a imprensa encontrará campo propício para sua atuação. Nutrem-se, portanto, uma da outra, fortalecendo-se ambas em um processo contínuo, cujos benefícios serão colhidos pelo povo.

A Constituição de 1988 distingue censura de controle. A censura é um instrumento odioso utilizado pelos regimes ditatoriais. Não é compatível, portanto, com o regime democrático.

Image and video hosting by TinyPic

You Might Also Like

0 comentários

Contatos:
(084) 99212 - 7306
marconeptgeorgino@hotmail.com
Senador Georgino Avelino Minha Cidade
Informações 24/7