No RN, estudantes ocupam prédio da Secretaria Estadual de Educação

novembro 11, 2016Senador Georgino Avelino Minha Cidade

Estudantes ocuparam a Secretaria Estadual de Educação do RN (Foto: Eduardo Rodrigues/Inter TV Cabugi)
Dezenas de estudantes ocuparam o prédio da Secretaria Estadual de Educação do Rio Grande do Norte, em Natal, na tarde desta quinta-feira (10). Eles protestam contra a reorganização escolar proposta pelo governo do estado, e ainda contra a PEC 55 que tramita no Senado e estabelece um teto para os gastos públicos.

A Secretaria Estadual de Educação começou a reordenação das escolas do estado dividindo as instituições por série: algumas vão oferecer apenas ensino médio e outras apenas ensino fundamental. A medida, no entanto, não é aceita pelos estudantes já que a mudança fará com que eles estudem longe de onde moram.

A escola Jean Mermoz, no bairro Bom Pastor, é um exemplo das que passarão pela reorganização. A partir do próximo ano ela vai ofertar apenas o ensino fundamental. "Vai trazer grandes prejuízos para os nossos alunos já que essa é a única escola do bairro que tem o ensino médio", disse o vice-diretor da unidade, Antônio Lisboa. Estudantes da Escola Jean Mermoz e moradores do bairro fizeram um protesto nesta quarta-feira (9). O Estado alega que a reorganização é necessária para garantir a qualidade do ensino ofertado.

Com a ocupação da SEEC, os estudantes esperam que o governo recue da reorganização escolar. "É um direito dos estudantes, garantido no Estatuto da Criança e do Adolescente, estudar próximo de casa. Nós queremos que o Estado recue nessa proposta de remanejar alunos para outras escolas", disse Pedro Gorki, vice-presidente regional da Ubes do RN.

"Um dos pontos do ECA é que o Estado tem que ofertar escolas para os estudantes próximo de onde eles moram. Com esse reordenamento, por exemplo, o estado propõe que os alunos do ensino fundamento da Escola Estadual Luiz Antônio que fica em Candelária sejam transferidos para a Escola Estadual Djalma Maranhão, em Felipe Camarão. Isso é um absurdo. Ainda que eles digam que vão colocar ônibus para os estudantes a gente sabe que muitas vezes esse ônibus não vão e as crianças vão deixar de ir às escolas", disse Fática Cardoso, coordenadora do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do RN (Sinte).

Estudantes e professores querem que a reorganização seja discutida com a comunidade escolar e que a Secretaria Estadual de Educação acate o que for deliberado como melhor para os alunos. Além disso, eles querem uma audiência com o governador Robinson Faria, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira, e o presidente do Tribunal de Justiça do RN, desembargador Cláudio Santos, para discutir as ocupações em andamento no estado.

Do G1 RN

Image and video hosting by TinyPic

You Might Also Like

0 comentários

Contatos:
(084) 99212 - 7306
marconeptgeorgino@hotmail.com
Senador Georgino Avelino Minha Cidade
Informações 24/7