featured

Morre Dinorá Simas, ex-diretora "linha dura" do presídio de Alcaçuz

dezembro 02, 2016Senador Georgino Avelino Minha Cidade

A ex-diretora de Alcaçuz, Dinorá Simas, morreu hoje, vítima das complicações de saúde causadas por um aneurisma. O Sindicato dos Agentes Penitenciários emitiu nota de pésar. 

O Sindasp-RN, em nome de todos os agentes penitenciários do Estado, comunica e lamenta profundamente a morte da agente Dinorá Simas. Ela faleceu na noite desta sexta-feira (2), após complicações em seu quadro de saúde.

Dinorá Simas, que já foi diretora da Penitenciária Estadual de Alcaçuz e de outras unidades, estava internada desde a última terça-feira (29), quando sofreu um aneurisma da aorta toráxica.

"Perdemos um mito dentro do Sistema Penitenciário do Rio Grande do Norte, uma mulher guerreira, exemplo de coragem e de comprometimento com a segurança pública", comenta Vilma Batista, presidente do Sindasp-RN.

Vilma lembra que Dinorá Simas era uma das mais antigas agentes penitenciárias, sendo servidora desde 2002, e sempre honrou a categoria com sua determinação. 

"Ao longo da vida, Dinorá nunca se omitiu e nem mesmo se acovardou diante de ameaças de criminosos. Portanto, ela ficará lembrada para sempre em nossos corações como profissional, mas, principalmente, como amiga e companheira. Desejamos força a todos os familiares nesse momento e que Deus a receba em um bom lugar".


Homenagem

Em março deste ano ela foi homenageada pela Secretaria de Justiça (Sejuc) com texto falando sobre seu perfil profissional. 

O mês de março, o mês da mulher, foi cheio de homenagens para as servidoras concursadas do Sistema Penitenciário do Rio Grande do Norte. Atualmente existem 217 agentes femininas no sistema, 12 delas afastadas. O que representa aproximadamente 22% do total de agentes penitenciários no estado, 926 servidores ao todo. As agentes trabalham nas unidades prisionais em funções administrativas, na vigilância, no controle, na revista e em outras funções definidas.      

Uma das agentes símbolo da presença feminina no Sistema Penitenciário do Rio Grande do Norte é Dinorá Simas Lima Deodato que ingressou na Sejuc RN através de concurso público em 2002, junto com mais cento e quatro (104) mulheres aprovadas. Dinorá, tem 58 anos, é divorciada, tem 4 filhos (dos quais três mulheres e um homem) e 2 netas. Dinorá Simas recebeu diversas homenagens no mês da mulher: foi paraninfa de uma turma de pré vestibular da Escola Sagrada Familia, foi homenageada e proferiu palestra sobre a “Violência doméstica e a mulher no sistema prisional do RN”, na Faculdade de Administração, da FASF, recebeu honra ao mérito pelos serviços prestados ao sistema penitenciário em 2015, na Universidade Potiguar (UNP) e no dia 09 de abril participa como profissional de destaque de uma programação de “Revitalização do bairro de Lagoa Nova”, tudo em Natal.      

Dinorá Simas já foi vice diretora do Complexo Penitenciário João Chaves, quando esteve à frente da ala feminina do complexo, em 2011, foi diretora da maior unidade prisional do Rio Grande do Norte, em 2012 e assumiu a direção da Cadeia Pública de Natal, em 2015.      

Sobre a atuação no sistema penitenciário do Rio Grande do Norte, Dinorá afirma que o trabalho como agente de segurança está no sangue e vibra por melhoras no sistema. Firme e ao mesmo tempo simpática, ela atua com mão de ferro e diz que não dispensa a feminilidade na função e diz: “não vejo diferença no sistema penitenciário, entre homens e mulheres. O trabalho é igual, a responsabilidade é a mesma e o comprometimento também.” 

do novojornal

Image and video hosting by TinyPic

You Might Also Like

0 comentários

NOSSA PÁGINA

Contatos:
(084) 99212 - 7306
marconeptgeorgino@hotmail.com
Senador Georgino Avelino Minha Cidade
Informações 24/7