featured

IDENTIFICADAS AS MULHERES QUE MORRERAM COM TEORI

janeiro 20, 2017Senador Georgino Avelino Minha Cidade

A massagista Maíra Panas e sua mãe, Maria Hilda Panas, iam a Paraty a convite do empresário Carlos Alberto Filgueiras, dono do Hotel Emiliano, que também faleceu no acidente; nas redes sociais, amigos lamentaram o falecimento de Maíra, que também era dançarina e modelo; de acordo com testemunhas, ela ainda foi vista com vida no mar e pediu socorro, mas não conseguiu ser retirada dos escombros a tempo; Teori Zavascki era relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal e estava prestes a homologar as delações premiadas de 77 executivos da Odebrecht, num processo que poderia implodir toda a elite política brasileira

Da revista Fórum – A queda de avião que matou o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki, na tarde de ontem (19), ainda teve como vítimas o empresário Carlos Alberto Filgueiras, dono da aeronave, e o piloto, Osmar Rodrigues. As duas passageiras que, até então, não tiveram seus nomes revelados são a massagista Maíra Panas e sua mãe, Maria Hilda Panas. Nenhuma delas sobreviveu.
Ambas seriam da cidade de Juína, no interior do Mato Grosso, e as mortes foram confirmadas pela imprensa local. Maíra trabalhava no hotel Emiliano, pertencente a Carlos Alberto, e morava em São Paulo há dois anos. Era considerada amiga e funcionária de confiança do empresário. A viagem para Paraty (RJ), onde o acidente ocorreu, foi um presente de aniversário para a mãe da moça, comemorado no último dia 15.
Nas redes sociais, amigos lamentaram o falecimento de Maíra, que também era dançarina e modelo. De acordo com testemunhas, ela ainda foi vista com vida no mar e pediu socorro, mas não conseguiu ser retirada dos escombros a tempo. O avião, de modelo Beechcraft C90GT, de pequeno porte, saiu do aeroporto Campo de Marte, em São Paulo, e caiu por volta das 13h30 perto de Ilha Rasa, a poucos quilômetros da pista de pouso.
Foto de capa: Reprodução/Facebook
Leia, ainda, reportagem do Mídia News sobre as mulheres que faleceram no acidente:

Parente afirma que mãe e filha de MT embarcaram no avião
Cunhado disse que viagem era um presente para mãe e filha, que mora em São Paulo
Maria Penas e Maíra Penas (detalhe) estariam entre as vítimas do acidente
JAD LARANJEIRA e CAMILA RIBEIRO 
DA REDAÇÃO 
Duas mulheres de Mato Grosso - mãe e filha - podem estar entre as vítimas da tragédia ocorrida no início da tarde desta quinta-feira (19), que vitimou o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavaski.
As vítimas seriam a professora Maria Hilda Panas e sua filha, Maíra Panas. As duas são de Juína (735 Km a noroeste de Cuiabá). 
Maíra Panas é massoterapeuta do empresário Carlos Alberto Fernandes Filgueiras, dono do Hotel Emiliano, uma das vítimas do acidente.
Conforme o jornal Folha de S. Paulo, o corpo de uma das mulheres que estavam no avião já foi levado ao IML (Instituto Médico Legal) de Angra dos Reis (RJ), onde deve ser reconhecido por parentes.
As buscas pelas vítimas foram encerradas na madrugada desta sexta-feira (20) e retomadas logo no início da manhã. Os mergulhadores ainda tentam resgatar outros dois corpos.
Ao MidiaNews, o genro e cunhado de Maria Hilda e Maíra Panas, Heriton Guarienti, afirmou que os familiares têm quase certeza que as duas mulheres que estavam na aeronave são mesmo elas.

Image and video hosting by TinyPic

You Might Also Like

0 comentários

Contatos:
(084) 99212 - 7306
marconeptgeorgino@hotmail.com
Senador Georgino Avelino Minha Cidade
Informações 24/7